Document
PATROCINADORES

Wall Street ronda estabilidade com avanço em questões comerciais entre EUA e China

Por Medha Singh

(Reuters) – Os mercados acionários dos Estados Unidos rondavam a estabilidade nesta terça-feira, mantendo ganhos da sessão anterior, conforme os EUA e China avançam na redução de tensões comerciais após concordarem em suspender suas ameaças tarifárias.

Às 12:18 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,05 por cento, a 25.000 pontos, enquanto o S&P 500 ganhava 0,203073 por cento, a 2.739 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,21 por cento, a 7.409 pontos.

Washington se aproximou de um acordo para suspender a proibição à empresas norte-americanas que fornecem a fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações ZTE, disseram fontes nesta terça-feira, enquanto Pequim disse que reduzirá as tarifas de importação para automóveis e autopeças.

As montadoras norte-americanas Ford, General Motors e as ações da italiana Fiat listadas nos EUA avançavam.

A possibilidade de revogar a suspensão à ZTE ajudou as ações dos fabricantes de componentes ópticos. A Acacia Communications, que obteve 30 por cento de sua receita de 2017 da ZTE, subia 0,47 por cento, enquanto a Oclaro ganhava 0,18 por cento.

“O mercado está recebendo muito bem o que parece ser o fato de que Trump é capaz de manobrar as negociações comerciais a nosso favor”, disse Andre Bakhos, diretor da Janlyn Capital.

A Micron saltava 4,3 por cento depois de anunciar uma recompra de 10 bilhões de dólares em ações, após uma previsão trimestral elevada na segunda-feira, impulsionando o índice de tecnologia para uma alta de 0,1 por cento.

Ao mesmo tempo, os declínios na Caterpillar e na Boeing, que impulsionaram os ganhos na segunda-feira, pesavam sobre o Dow.

(Por Medha Singh)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.