Document
PATROCINADORES

Sul-coreanos se dizem céticos quanto a promessas de desnuclearização da Coreia do Norte

SEUL (Reuters) – O anúncio da Coreia do Norte de suspensão de seu programa nuclear e de mísseis balísticos foi visto com ceticismo por muitos sul-coreanos neste sábado, realçando o risco político para o presidente da nação, que patrocina a mais recente tentativa de paz na península.

    A Coreia do Norte vai imediatamente suspender seus testes nucleares e de mísseis e desmontar sua instalação de provas nucleares, buscando a partir de agora o crescimento econômico e a paz, informou a imprensa estatal norte-coreana na véspera.

    Mas no Sul, que tecnicamente ainda está em guerra com o vizinho, muitas pessoas mostraram ceticismo sobre a sinceridade do anúncio e ressaltaram a necessidade de cautela.

    “Uma declaração é apenas uma declaração”, disse o estudante Kim Han-nuri, de 23 anos, no centro de Seul. “A não ser que eles mudem totalmente seu sistema ditatorial, não creio que possamos confiar totalmente no que a Coreia do Norte diz, já que não é um país normal. Não acredito que possamos construir relações diplomáticas normais, e nossa segurança não pode ser garantida.”

    Sul-coreanos viveram por décadas sob ameaça de guerra com o vizinho hostil e, agora, nuclear. Eles também testemunharam várias tentativas de reconciliação acabarem sem sucesso.

    Pesquisas sugerem que os sul-coreanos estão crescentemente indiferentes quanto a uma ameaça de guerra, com maiores preocupações com temas do cotidiano, como emprego e pressões que acompanharam o rápido desenvolvimento do país desde a década de 1950.

   O liberal Moon Jae-in venceu a eleição presidencial deste ano prometendo moderar o discurso contra a Coreia do Norte, com o objetivo de realizar uma política de aproximação.

    Mas ninguém antecipou a velocidade da melhora das relações desde que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, fez um discurso conciliador de Ano Novo no final do ano passado, após meses de grande tensão sobre as armas que possui.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.