PATROCINADORES

STF arquiva inquérito contra Aloysio Nunes por caixa 2 e lavagem de dinheiro

BRASÍLIA (Reuters) – O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o arquivamento de um inquérito contra o ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, sob suspeita de ter cometido os crimes de caixa 2 e lavagem de dinheiro.

A apuração tem como base a delação feita pelo empresário Ricardo Pessoa, da UTC, que afirmou ter feito uma doação em espécie à campanha de Aloysio em 2010.

A decisão de Celso de Mello, publicada nesta segunda-feira no Diário de Justiça Eletrônico, tem como base manifestação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que havia sugerido arquivar o caso sob a alegação que não há diligências a serem adotadas para confirmar as informações.

O ministro do STF afirmou que a corte tem de seguir a manifestação do Ministério Público Federal. “E, ao fazê-lo, tenho-a por acolhível, pois o Supremo Tribunal Federal não pode recusar pedido de arquivamento, sempre que deduzido pela própria Procuradora-Geral da República, que entendeu inocorrente, na

espécie, a presença de elementos essenciais e autorizadores da formação da “opinio delicti” (opinião a respeito do crime)”, disse Celso de Mello.

(Reportagem de Ricardo Brito)

tagreuters.com2018binary_LYNXMPEE5A1MJ-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =

Pergunte para a

Mônica.