PATROCINADORES

Putin diz aos EUA para enviarem evidências de interferência em eleições

MOSCOU (Reuters) – O presidente russo, Vladimir Putin, disse aos Estados Unidos para que enviem para ele evidências incontestáveis de que cidadãos da Rússia influenciaram as eleições norte-americanas, classificando as acusações contra seu país como “gritaria no Congresso dos EUA”.

    O gabinete do Conselheiro Especial dos EUA Robert Mueller acusou no mês passado 13 russos e três empresas de interferirem nos resultados da eleição presidencial de 2016, no que chamou de conspiração para ajudar o presidente Donald Trump e prejudicar a candidata Hillary Clinton.

    “Primeiro preciso ver o que eles fizeram. Deem-nos materiais, informações”, disse Putin em uma entrevista à NBC transmitida na sexta-feira, de acordo com a tradução da emissora.

    “Não podemos responder a isso se eles não violaram as leis russas”, disse Putin, quando perguntado se Moscou tomaria atitudes contra os envolvidos.

    A entrevistadora listou algumas acusações de interferência registradas por Mueller e outras autoridades norte-americanas, incluindo a disseminação de notícias falsas na internet.

    (Reportagem de Andrey Ostroukh)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =

Pergunte para a

Mônica.