PATROCINADORES

Presidente turco se reúne com papa sob forte esquema de segurança em Roma

CIDADE DO VATICANO (Reuters) – Tayyip Erdogan fez a primeira visita de um presidente da Turquia ao papa no Vaticano em 59 anos nesta segunda-feira, enquanto Roma foi colocada sob forte esquema de segurança por preocupações com possíveis protestos violentos.

Erdogan disse antes de sair da Turquia que discutiria a situação do Oriente Médio e Jerusalém em particular, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu a cidade sagrada como a capital de Israel.

Tanto Erdogan como o papa Francisco expressaram preocupação com a decisão, que muitos aliados dos EUA dizem poder condenar os esforços em busca da paz no Oriente Médio.

O comboio de Erdogan o deixou em uma Praça São Pedro deserta, já que as ruas normalmente repletas de turistas foram fechadas devido a temores de segurança. Era esperado que os dois líderes também debatessem a Síria, o Iraque, a ajuda humanitária e os refugiados.

O Vaticano apoia uma solução de dois Estados para o conflito entre israelenses e palestinos, e os dois lados concordam a respeito do status de Jerusalém –que abriga santuários muçulmanos, judeus e cristãos-– como parte do processo de paz.

Os palestinos querem Jerusalém Oriental como a capital de um futuro Estado independente, enquanto Israel declarou a totalidade da cidade como sua capital “eterna e indivisível”.

Erdogan e Francisco conversaram por telefone depois que Trump fez seu anúncio em dezembro, e concordaram que qualquer mudança no status da cidade deveria ser evitada.

Antes de partir da Turquia, Erdogan disse que os Estados Unidos se isolaram no tocante a Jerusalém.

“No processo adiante, venham e aceitem Jerusalém como a capital da Palestina. Este é o ponto a que se deve chegar. Agora estamos trabalhando para isso”, disse ele aos repórteres em Istambul.

tagreuters.com2018binary_LYNXMPEE1411H-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − sete =

Pergunte para a

Mônica.