Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Kremlin pede que países evitem ações que desestabilizem o Oriente Médio

MOSCOU (Reuters) – O Kremlin pediu nesta terça-feira que países evitem ações que possam inflamar as tensões no Oriente Médio, e expressou profunda preocupação após forças israelenses terem matado dezenas de manifestantes palestinos.

A violência de segunda-feira na fronteira de Israel com Gaza ocorreu no mesmo dia em que os Estados Unidos inauguraram sua nova embaixada em Jerusalém, transferindo a representação diplomática de Tel Aviv para a cidade disputada em um movimento que enfureceu os palestinos.

“Desde o início, Moscou expressou preocupação de que as ações dos Estados Unidos poderiam provocar tensões no Oriente Médio”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov. “Infelizmente, isso é exatamente o que aconteceu.”

O Kremlin está monitorando de perto a situação na fronteira de Gaza, acrescentou Peskov, dizendo que a morte de dezenas de palestinos “só pode provocar a mais profunda preocupação”.

“Continuamos a considerar que todos os lados, todos os países e especialmente os participantes do Quarteto (do Oriente Médio) devem evitar qualquer ação que provoque tensão”.

Desde 2002 o Quarteto de negociadores de paz do Oriente Médio, formado por Estados Unidos, Rússia, União Europeia e ONU, foi designado para promover os esforços de paz, mas não conseguiu qualquer resultado.

(Reportagem de Katya Golubkova)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE4E0PU-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.