PATROCINADORES

Inglaterra bate Colômbia nos pênaltis e vai às quartas de final contra Suécia

Por Mitch Phillips

MOSCOU (Reuters) – A Inglaterra finalmente acabou com a maldição dos pênaltis ao vencer a Colômbia por 4 x 3, nesta terça-feira, depois de empate por 1 x 1 nas oitavas de final da Copa do Mundo, em jogo em que os colombianos fizeram seu gol de empate nos acréscimos do segundo tempo.

A seleção inglesa havia perdido todos os três confrontos decididos por pênaltis em Copa do Mundo e três de quatro na Eurocopa, mas venceu nesta terça, quando Mateus Uribe e Carlos Bacca desperdiçaram suas cobranças, deixando para Eric Dier chutar o pênalti decisivo e converter.

Foi a primeira vez que a Colômbia esteve envolvida em uma disputa de pênaltis na Copa do Mundo e a equipe chegou a abrir vantagem quando Jordan Henderson errou seu chute – mas, desta vez, a sorte sorriu para a Inglaterra.

Os ingleses abriram o placar na partida com Harry Kane, de pênalti, aos 12 do segundo tempo, seu sexto gol no torneio, e a Inglaterra parecia estar no caminho da classificação até que Yerry Mina marcou o gol de empate aos 48 minutos, de cabeça.

Foi a primeira vitória da Inglaterra em um jogo eliminatório desde 2006, o que garantiu ao time uma vaga nas quartas de final contra a Suécia, que esteve longe de impressionar ao vencer a Suíça por 1 x 0 também nesta terça-feira.

Depois vem uma potencial semifinal contra a anfitriã Rússia ou a Croácia.

As esperanças da Colômbia sofreram um grande revés antes do início do jogo, quando o meia-atacante James Rodríguez foi descartado por causa de uma lesão na panturrilha, e, sem ele, a equipe adotou uma postura defensiva e pouco ameaçou.

A Inglaterra sempre foi o time mais determinado em campo. Os sul-americanos estavam tentando segurar a pressão da rival, mas cometeram pênalti quando Carlos Sánchez agarrou Kane, o artilheiro da Copa, dentro da área.

Depois de quatro minutos de paralisação, com reclamações dos colombianos, Kane manteve a calma e acertou sua terceira cobrança de pênalti no Mundial da Rússia.

Quando Juan Cuadrado chutou uma boa chance por cima do travessão, a 10 minutos do final da partida, era um sinal de que haveria mais emoção.

O goleiro da seleção da Inglaterra Jordan Pickford fez uma excelente defesa em chute longo de Uribe, mas na cobrança de escanteio – o primeiro da Colômbia no jogo – Mina subiu para marcar e empolgou os torcedores colombianos.

Dier, reserva da Inglaterra, perdeu a melhor chance da prorrogação, ao cabecear por cima do gol, mas ele compensou de forma enfática com a penalidade decisiva.

tagreuters.com2018binary_LYNXMPEE6223Z-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × dois =

Pergunte para a

Mônica.