PATROCINADORES

Estilista Kate Spade é encontrada morta em apartamento; polícia suspeita de suicídio

NOVA YORK (Reuters) – A estilista Kate Spade, de 55 anos, foi encontrada morta em seu apartamento na cidade de Nova York na manhã desta terça-feira, um aparente suicídio, disse a polícia.

Kate se enforcou e foi encontrada por sua empregada em sua residência na Park Avenue, no Upper East Side de Manhattan, noticiou o jornal New York Daily citando policiais não identificados.

Ela cofundou a grife Kate Spade New York, que mais tarde vendeu.

Kate foi editora de acessórios da hoje extinta revista Mademoiselle antes de criar sua empresa, a Kate Spade New York, em 1993. A marca começou vendendo bolsas de mão e mais tarde incluiu roupas, jóias, roupa de cama, meias e fragrâncias em seu catálogo.

A Tapestry, fabricante de bolsas de mão antes conhecida como Coach, comprou a Kate Spade em maio de 2017 para cortejar os millennials, que simpatizam com as mochilas extravagantes e as bolsas tote coloridas da empresa.

O acordo também transformou a Coach em uma grife multimarcas, uma estratégia sobre a qual contrapartes europeias como a Louis Vuitton ergueram seus negócios.

A Kate Spade New York tem mais de 140 lojas nos Estados Unidos e mais de 175 no exterior, de acordo com o site da companhia.

O Departamento de Polícia de Nova York confirmou a morte da designer com seu nome de batismo, Katherine Noel Brosnahan.

(Por Jonathan Allen, Peter Szekely e Gina Cherelus)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE541Q3-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + vinte =

Pergunte para a

Mônica.