PATROCINADORES

China acusa EUA de desrespeitarem países da América Latina após comentários de secretário

PEQUIM (Reuters) – A China acusou os Estados Unidos de desrespeitarem a América Latina depois que o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, alertou os países da região contra a dependência excessiva dos laços econômicos com a China.

Tillerson, em discurso antes de uma visita ao México, Argentina, Peru, Colômbia e Jamaica, disse que a China estava ficando mais forte na América Latina, usando políticas econômicas para atrair a região para sua órbita.

Em comunicado divulgado no final da sexta-feira, respondendo a Tillerson, o Ministério das Relações Exteriores da China informou que a cooperação entre a China e a América Latina é baseada em interesses comuns e necessidades mútuas.

“O que os Estados Unidos disseram é inteiramente contra a verdade e mostrou desrespeito ao vasto número de países latino-americanos”, afirmou o ministério.

A cooperação entre a China e os países latino-americanos baseia-se na igualdade, reciprocidade, abertura e inclusão, acrescentou.

“A China é um importante comprador internacional de commodities a granel da América Latina e importa cada vez mais produtos agrícolas e de alto valor agregado da região”, informou o ministério.

O investimento e a cooperação financeira da China com os países latino-americanos estão em plena conformidade com as regras comerciais e as leis e regulamentos locais, acrescentou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 4 =

Pergunte para a

Mônica.