PATROCINADORES

Bloqueios seguem na maioria das estradas, dizem concessionárias

SÃO PAULO (Reuters) – Bloqueios parciais do tráfego em diversas rodovias prosseguiam na tarde desta sexta-feira em várias regiões do país, segundo informações das maiores concessionárias de estradas, mesmo após o governo federal ter anunciado um acordo com parte dos representantes de caminhoneiros na véspera para suspender os protestos.

A rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo e Rio de Janeiro, tem manifestações em vários trechos nos dois sentidos. Em Lorena, no sentido SP, a faixa da esquerda está liberada apenas para veículos de passeio e ônibus, segundo a administradora CCR. O mesmo acontecia na altura do município fluminense de Seropédica (km 204), nos dois sentidos, segundo a CCR.

A empresa informou ainda que o tráfego é normal para veículos de passeio nas rodovias Castello Branco, Raposo Tavares, que ligam a capital paulista ao interior, com caminhões ocupando a faixa da direita.

Os acessos para as rodovias BR-267 (entre Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul), MS-040 (Mato Grosso do Sul) e BR-262 (Espírito Santo-MG-SP-MS), há pontos de paralisação próximos da BR163, no entanto, até o momento, sem reflexos no trecho administrado pela companhia.

Na Rodovia dos Bandeirantes, o tráfego é normal nos dois sentidos, afirmou a CCR. Já na Anhanguera, há manifestações causando lentidão nos dois sentidos em Limeira (km-148). Ambas ligam a capital paulista ao interior do Estado.

A Ecorodovias informou que a rodovia Ayrton Senna teve o tráfego no sentido da capital paulista normalizado e as condições são boas no sentido contrário. O movimento é normal na rodovia Carvalho Pinto, nos dois sentidos, na Hélio Smidt e no trecho da rodovia Tamoios sob concessão da empresa (São José dos Campos).

Mas a região de planalto da rodovia paulista Anchieta segue congestionado no sentido litoral, do km 22 ao km 24, e também no sentido São Paulo, do km 24 ao km 23. O tráfego de veículos de passeio e ônibus liberado somente pela faixa da esquerda. Acessos ao Porto de Santos estavam bloqueados, nas margens esquerda e direita.

A Arteris informou em sua conta no Twitter que as rodovias que administra Régis Bittencourt, ligação entre São Paulo e o Sul do país, têm vários pontos com manifestações, com passagem livre apenas para veículos de passeio. Na Fernão Dias, entre SP e MG, o fluxo de veículos segue sem pontos de congestionamento ou manifestação no trecho paulista, mas há quatro pontos de interdição em Minas.

A Triunfo informou em sua conta no Twitter que o trânsito flui bem ao longo do trecho de concessão da BR-290 e BR-116, no Rio Grande do Sul. “Não há registro de bloqueios e o fluxo de veículos é mais baixo que o de costume na rodovia”, afirmou.

Consultada, a entidade que representa as concessionárias (ABCR) afirmou não ter sido consultada pelo governo federal sobre o ponto do acordo anunciado na quinta-feira à noite, que isenta os caminhoneiros de pagar pedágio pela passagem do terceiro eixo suspenso.

(Por Aluísio Alves)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.