PATROCINADORES

Após maior nevasca em décadas, Irlanda e Reino Unido reabrem aeroportos e transporte público

Por Padraic Halpin e Kate Holton

DUBLIN/LONDRES (Reuters) – Após a maior nevasca em quase 30 anos ter causado dois dias de caos no Reino Unido e na Irlanda, os aeroportos reabriram neste sábado, assim como o transporte público das cidades.

    Uma massa de ar siberiana apelidada de “A Besta do Leste”, combinada com a chegada da tempestade Emma, causou o fechamento de aeroportos e escolas. Na Irlanda, todo a rede de transporte público foi afetada.

    Alertas de inundações foram emitidos neste sábado devido ao derretimento da neve, que na Escócia levou a camadas de neve de até três metros, de acordo com a ScotRail. Na Irlanda, o governo retirou o mais alto alerta meteorológico, mas continua recomendando cautela.

    “As condições de dirigibilidade continuam traiçoeiras, devido ao gelo e neve no asfalto. Estamos trabalhando para reabrir as estradas e o transporte público. Por favor, mantenham o cuidado extremo”, disse o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar, no Twitter.

    Os principais aeroportos da Irlanda foram reabertos, embora mais de 50 voos em Dublin já tenham sido cancelados antes que as equipes trabalhassem de madrugada para limpar a pista de pouso.

(Reportagem adicional de Elisabeth O’Leary em Edimburgo)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 6 =

Pergunte para a

Mônica.