PATROCINADORES

Governo planeja leilão de concessão da Rodovia de Integração do Sul para 1º de novembro

BRASÍLIA (Reuters) – O governo federal pretende realizar no dia 1º de novembro o leilão de concessão da chamada Rodovia de Integração do Sul, trecho rodoviário de 473,4 quilômetros que cruza o Rio Grande do Sul, entre os municípios de Carazinho e Torres, passando por Porto Alegre, envolvendo trechos das BRs 101, 290, 448 e 386.

O edital do leilão foi publicado nesta terça-feira pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e prevê valor máximo de pedágio de 7,24 reais, sendo que vencerá a disputa quem oferecer a menor tarifa.

Um dos trechos que integra essa nova concessão, o da BR-290, é conhecido como “Freeway” e estava sob concessão da Concepa, cujo contrato encerra-se nesta terça-feira.

De acordo com o diretor-geral da ANTT, Mário Rodrigues, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) vai operar o trecho até que o vencedor do leilão de novembo assuma a concessão. “A partir das 20h de hoje o Dnit assume a concessão até que tenhamos um novo contrato”, afirmou.

A ANTT estima que o vencedor do leilão da Rodovia de Integração do Sul deverá investir cerca de 7,8 bilhões de reais ao longo dos 30 anos de concessão. As obras exigidas incluem a duplicação de 225 quilômetros a ser feita até o 18º ano do contrato, além da construção de faixas adicionais, passarelas e vias marginais.

Rodrigues ainda disse, sem dar nomes, que o leilão desperta o interesse de concessionárias de rodovias que já operam no Brasil. “Quanto mais concorrentes melhor. Acreditamos na presença de empresas internacionais”, disse o diretor-geral da ANTT.

(Por Leonardo Goy)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × três =

Pergunte para a

Mônica.