Document
PATROCINADORES

EUA dizem que sanções à Rússia focam produtos ligados a segurança

LONDRES(Reuters) – As sanções dos Estados Unidos sobre a Rússia terão como alvo as exportações de produtos relacionados à segurança nacional, incluindo setores especializados como o de petróleo e tecnologia de gás, além de alguns eletrônicos e sensores, disse uma autoridade do Departamento de Estado dos EUA nesta quinta-feira.

“Na prática, isso significa que estamos impondo uma ‘presunção de negativa’ às licenças de exportação de produtos de tecnologia sensíveis à segurança nacional de origem norte-americana a qualquer empresa estatal ou fundada na Rússia”, disse a autoridade em teleconferência a repórteres.

“As categorias cobertas poderiam incluir bens como eletrônicos, computadores, sensores e lasers, telecomunicações, equipamentos especializados de produção de petróleo e gás e tecnologias de informação e segurança, só para citar alguns.”

O Departamento informou no dia anterior que iria impor novas sanções até o final do mês, depois de determinar que Moscou usou uma substância contra um ex-agente duplo russo Sergei Skripal e sua filha Yulia no Reino Unido, algo que Moscou nega.

O rublo russo e as ações da maior companhia aérea russa, a Aeroflot, caíam para mínimas de dois anos nesta sessão, ampliando as perdas após o anúncio das sanções.

Em resposta, a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, disse que Moscou estava começando a trabalhar em medidas de retaliação aos Estados Unidos.

tagreuters.com2018binary_LYNXMPEE7816R-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.