Document
PATROCINADORES

Embraer entrega 28 jatos comerciais e 20 executivos e encerra 2ºtri com US$17,4 bi em pedidos firmes

SÃO PAULO (Reuters) – A Embraer entregou 28 jatos comerciais e 20 jatos executivos no 2º trimestre, encerrando o trimestre com pedidos firmes a entregar (backlog) de 17,4 bilhões de dólares, informou a empresa nesta sexta-feira.

O volume de entregas de abril a junho foi superior ao registrado no primeiro trimestre do ano, quando a fabricante brasileira de aeronaves entregou 14 jatos comerciais e 11 executivos, e encerrou o período com pedidos firmes de 19,5 bilhões de dólares.

As entregas, contudo, recuaram mais uma vez em relação ao mesmo período do ano anterior. No segundo trimestre de 2017, a Embraer entregou um total de 35 jatos comerciais — sete a mais que no segundo trimestre deste ano — e 24 jatos executivos, e encerrou o período com backlog de 18,5 bilhões de dólares.

Dos 28 jatos de aviação comercial entregues de abril a junho deste ano nos Estados Unidos, Europa e Ásia Pacífico, 20 eram do modelo E175.

No segmento de aviação executiva, das 20 unidades entregues no trimestre, 15 eram jatos leves e cinco jatos grandes.

A empresa destacou a entrega no segundo trimestre do primeiro jato E190-E2 de série para a companhia norueguesa Wideroe no início do abril, e o cancelamento do pedido da Air Costa para a 50 E-Jets. “Esse ajuste no backlog não tem impacto na produção do E2, nem no cronograma de entregas de 2018 ou 2019”, disse a empresa.

Para analistas do BTG Pactual, o cancelamento do pedido da Air Costa, que resultou na queda do backlog, já era esperado, pois a companhia aérea indiana está em estresse financeiro desde do ano passado. Os analistas seguem compradores na ação, que caía 1 por cento na bolsa paulista na manhã desta sexta-feira.

Dentro da carteira de pedidos firmes do segundo trimestre, com 360 jatos comerciais, a Embraer incluiu a encomenda da Mauritania Airlines de dois jatos E175, no valor de 93,8 milhões de dólares, feita durante o Farnborough Airshow 2018, na Inglaterra.

Os demais pedidos recebidos durante a feira, realizada entre os dias 16 e 22 de julho, serão incluídos no backlog até o fim do ano. Os pedidos firmes de 25 jatos E175 da United Airlines e de 10 jatos E195-E2 da Wataniaya Airways, do Kuweit, que serão incluídos no blacklog do terceiro trimestre, e os demais até o fim do ano, disse a empresa.

A Embraer acertou no início de julho um acordo com a norte-americana Boeing MBA.N> para formação de uma joint venture envolvendo a área de aviação comercial da fabricante brasileira, que ainda depende de aval do governo brasileiro, que detém uma golden share da empresa.

(Por Raquel Stenzel)

tagreuters.com2018binary_LYNXMPEE6J0Y8-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.