Document
PATROCINADORES

Abcam diz repudiar acordo para encerrar protestos e deixa decisão para caminhoneiros

SÃO PAULO (Reuters) – A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) afirmou nesta sexta-feira que “repudia” o acordo realizado na véspera entre o governo e outras entidades do setor de transporte rodoviário, prevendo um trégua nos protestos por 15 dias, de acordo com comunicado.

A associação disse que segue “firme” em seu pedido de isenção da alíquota PIS/Cofins sobre o diesel, que precisaria ser publicada no Diário Oficial da União, e que deixará aos caminhoneiros a decisão sobre encerrar as manifestações.

“Se eles acham que a proposta apresentada pelo governo é justa, que voltem para suas casas. Mas se consideram que o governo não atendeu às suas necessidades, que permaneçam firmes”, afirmou a Abcam no comunicado.

Na nota, a Abcam destacou que representa transportadores autônomos do país, com cerca de 600 mil caminhoneiros filiados em todo o território nacional.

(Por José Roberto Gomes)

tagreuters.com2018binary_LYNXNPEE4O1G6-VIEWIMAGE

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.