PATROCINADORES

Intenção de investimento da indústria recua no 3º trimestre

A Fundação Getulio Vargas informou nesta terça-feira (18) que o Indicador de Intenção de Investimentos da Indústria recuou 3,1 pontos no terceiro trimestre deste ano em relação ao trimestre anterior. Com a segunda queda consecutiva, o indicador atingiu 113 pontos – menor nível em um ano (105,1 pontos no terceiro trimestre de 2017). Houve redução da proporção de empresas que preveem investir mais (de 28,9% para 28,3%) e aumento da proporção das que preveem investir menos (de 12,8% para 15,3%). “A redução do ímpeto de investimentos industriais no terceiro trimestre é mais um sinal de perda de fôlego da economia em 2018. Na margem, a evolução deve ser relativizada porque o efeito da greve dos caminhoneiros não havia sido captada na pesquisa anterior. Mas a contínua elevação das incertezas e o baixo crescimento da economia continuarão contendo uma retomada mais firme dos investimentos até o final deste ano”, destacou a FGV em nota.

Por que é importante

O indicador mede a disseminação do ímpeto de investimento entre as empresas industriais, colaborando para antecipar tendências econômicas

Quem ganha

O cenário mostra que o país precisa de pautas reformistas e desburocratizantes para melhorar o ambiente de negócios

Quem perde

A expansão do PIB pode ser afetada pela redução da proporção de empresas que preveem investir

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + treze =

Pergunte para a

Mônica.