Document
PATROCINADORES

IBGE indica recorde de desigualdade

Pesquisa do IBGE divulgada nesta quarta-feira (16) mostra um aumento da diferença entre os rendimentos dos mais ricos e dos mais pobres no país. O estudo revela que 10% da população com maiores ganhos concentra 43,1% da massa de rendimentos, com R$ 119,6 bilhões. No outro oposto, os 10% mais pobres ficam com apenas 0,8% dos rendimentos, o que corresponde a R$ 2,2 bilhões. Com esses dados, o Brasil é o país democrático mais desigual do mundo, atrás apenas do Catar. A desigualdade coincidiu com a diminuição dos lares beneficiados pelo Bolsa Família nos últimos anos – de 15,9% em 2012 para 13,7% em 2018.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.