PATROCINADORES

CNI pede mais 90 dias para entrega do IRPF

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) enviou pedidos ao ministro da Economia, Paulo Guedes, e ao secretário da Receita, José Tostes Neto, para que a entrega do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) seja prorrogada até 31 de julho. O prazo se encerra em 30 de abril. O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional) já havia pedido uma extensão até 31 de maio. De acordo com a Receita, mais de 7,5 milhões de contribuintes já entregaram suas declarações.

As justificativas da CNI são os estragos econômicos da pandemia e dificuldades impostas pelo isolamento social. Assinado pelo presidente da entidade, Robson Braga de Andrade, o documento afirma: “A medida tem o objetivo, sobretudo, de evitar uma sobrecarga para as diversas categorias profissionais que vêm se dedicando a garantir o regular funcionamento de atividades essenciais para que a sociedade brasileira consiga atravessar a grave crise que enfrenta, em decorrência da pandemia da covid-19”.

Foi a segunda proposta de adiamento apresentada pela CNI. Em 18 de março, a confederação pediu ao governo federal e ao Congresso Nacional o adiamento, também por 90 dias, do pagamento de todos os tributos federais das empresas e da apresentação das obrigações acessórias.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.