PATROCINADORES

Brasil vai começar 2019 como “campeão” em tributar empresas

A matéria de capa do Estadão nesta segunda-feira (31) traz um dado nada lisonjeiro para o Brasil. Segundo levantamento da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que reúne as economias mais desenvolvidas do mundo, o país vai entrar em 2019 como o que mais cobra impostos sobre o lucro das empresas. Com uma alíquota de 34%, cobrada via Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido, o Brasil vai superar a França, que já anunciou um corte nos 34,4% atuais. Os franceses vão diminuir a tributação progressivamente até 2022, quando o percentual vai atingir 25%.

Por que é importante

O governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro, pode diminuir a tributação sobre as empresas, seguindo o exemplo dos franceses e dos Estados Unidos

Quem ganha

A alíquota alta que incide sobre o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica serve de argumento para o Brasil não taxar dividendos, isentos de cobrança

Quem perde

O crescimento econômico. A carga tributária elevada inibe os investimentos e a geração de empregos no país

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 11 =

Pergunte para a

Mônica.