PATROCINADORES

Ibovespa opera em baixa após reportagens contra Moro

O Ibovespa opera em queda nesta segunda-feira (10), repercutindo o vazamento de conversas privadas entre o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e procuradores da força-tarefa da Lava-Jato. Às 12h23, o índice recuava 0,56%, aos 97.269 pontos, após ter avançado 0,82% na semana passada. O dólar comercial registrava baixa de 0,07%, negociado por R$ 3,87.

Reportagens publicadas neste domingo (9) pelo site The Intercept mostram que Moro orientou investigações da operação, fornecendo pistas para integrantes do Ministério Público Federal (MPF) e antecipando uma decisão judicial aos procuradores. As revelações podem levar à anulação dos processos conduzidos pelo ex-juiz, com potencial para gerar ruído no meio político e tumultuar as discussões em torno das reformas econômicas propostas pelo governo. Por outro lado, o presidente da comissão especial que discute a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), tranquilizou o mercado ao dizer que vai fazer um esforço para blindar o projeto.

Entre as cinco ações mais negociadas da sessão, apenas as da Vale operavam em alta (0,39%). Os papeis preferenciais da Petrobras (-0,15%), Itaú Unibanco (-1,63%), Banco do Brasil (-1,93%) e Bradesco (-2,23%) registravam queda.

Por que é importante

Apesar do recuo, o Ibovespa registra alta no acumulado do mês

Quem ganha

As ações da BRF registravam a maior alta do dia: 3,06%, cotadas a R$ 26,96

Quem perde

As ações ordinárias do Bradesco registravam a maior baixa do dia: -2,25%, cotadas a R$ 32,21

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =

Pergunte para a

Mônica.