PATROCINADORES

Nº 77: 250 mil brasileiros mortos; variante no Ceará; visons contaminados

Contagem de corpos

Nesta quarta-feira (24), o Brasil soma 250 mil vítimas fatais por covid-19. Para se ter uma ideia, este número representa três Maracanãs lotados. Também foi apontado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) que os primeiros 54 dias de 2021 somaram mais mortes pelo vírus no estado do que todo o ano de 2020. Vale lembrar que Manaus enfrenta desde janeiro uma segunda onda da pandemia agravada pelo colapso do sistema de saúde pública local, com falta de oxigênio, de leitos e profissionais exauridos diante de uma variante ainda mais contagiosa em proliferação.

A culpa é de quem?

Trabalho de equipe: ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e presidente Jair Bolsonaro

Em um documento enviado à Justiça, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que, no exercício da chefia do poder Executivo, não é responsável pela compra de seringas para a vacinação. Foi uma resposta a uma ação movida pelo deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP), que pede à Justiça que obrigue Bolsonaro a adquirir os insumos em quantidades suficientes, após o governo federal suspender compras por causa dos altos preços. “Se a gente compra com o preço lá em cima, a imprensa ia me acusar de ser corrupto, que comprei superfaturado. Então, foi suspensa”, afirmou Bolsonaro. Após justificar a paralisação nas negociações, o presidente explicou que a responsabilidade é do Ministério da Saúde e que a pasta é descentralizada do Planalto. Porém, é o chefe do Executivo quem indica o ocupante da pasta encarregada deste tipo de negociação.

Testes para variantes

Pesquisadores do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) desenvolveram um teste com protocolo RT-PCR que, além de confirmar a infecção por covid-19, mostra se a pessoa foi contaminada por uma das três cepas de maior preocupação global (brasileira, britânica ou sul-africana). O vice-diretor de Pesquisa e Inovação da Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca, explicou que o novo teste é uma ferramenta rápida de sequenciamento que vai reforçar a vigilância epidemiológica brasileira.

Cepa viajante: Manaus-Ceará

O Ceará registra aumento de casos com a chegada a variante amazonense, explicou o secretário de Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o “Dr. Cabeto”, em entrevista ao jornal Diário do Nordeste nesta quarta-feira (24). Ele justificou que a entrada da cepa se deu após a transferência de pacientes de Manaus, durante o período mais agudo do colapso amazonense. Agora, a transmissão no Ceará é comunitária. A pasta investiga 190 casos suspeitos.

Mais vacinas

A remessa de 2 milhões de vacinas da AstraZeneca/Oxford que chegou da Índia nesta terça-feira (23) está em posse do Ministério da Saúde, após o processamento no Instituto Bio-Manguinhos/Fiocruz. As doses devem ser distribuídas nos próximos dias. Nos próximos dias, o Brasil deve distribuir 3,2 milhões doses, incluídas a CoronaVac.

Validade de até 60 dias

A vacina Pfizer/BioNtech tem validade de 60 dias, se armazenada a uma temperatura de -60°C e ficar protegida da luz. Se mantida entre entre 2°C e 8°C, o imunizante dura apenas 5 dias. Em temperatura ambiente, ou seja, fora de refrigeradores, deve ser usada em até duas horas. Os dados constam no relatório da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que concedeu o registro definitivo no Brasil. As conclusões da análise foram apresentadas nesta quarta-feira (24). Segundo Maria Fernanda Reis, gerente de Avaliação de Recursos Biológicos da Anvisa, os prazos de validade foram definidos para as vacinas usadas nos estudos clínicos. Ainda haverá necessidade de continuar o monitoramento para confirmar se estes valem para as doses produzidas em escala comercial. A agência afirma que a cadeia de transporte entre os locais de fabricação e de aplicação ainda carecem de qualificação.

J&J eficaz nos EUA

A Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) informou que o imunizante da Johnson & Johnson é o único que só necessita de uma dose paraa oferecer proteção contra a variante sul-africana. A vacina teve eficácia geral nos Estados Unidos de 72% e, contra a cepa, de 64%.

Olímpiadas fora do cronograma

Ministro Taro Kono busca não atropelar o ritmo da campanha japonesa por causa dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O ex-ministro das Relações Exteriores e da Defesa do Japão durante o governo de Shinzo Abe e atual ministro da Administração para a Covid-19, do governo de Yohishide Suga, Taro Kono, foi questionado nesta quarta-feira (24) sobre o ritmo da campanha de imunização no país e os Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para o meio do ano. Kono respondeu: “não está no meu cronograma”. A afirmação desencontra os esforços do Comitê Olímpico Internacional (COI) e as autoridades japonesas.

Gana, o primeiro da Covax

Gana é o primeiro país a receber vacinas do Consórcio Covax, da Organização Mundial da Saúde (OMS). O primeiro lote com 600 mil vacinas da AstraZeneca/Oxford chegou nesta quarta-feira (24). O ministro das Relações Exteriores da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, país fornecedor do consórcio, comemorou o envio pelo Twitter.

Bolívia recebe mais

O presidente da Bolívia, Luis Arce, comemorou a chegada de outra remessa de 500 mil imunizantes da farmacêutica Sinopharm. Arce deixou claro que o sucesso da campanha boliviana é fruto de uma boa relação com a China.

Chile exemplar

A campanha chilena é considerada a mais eficiente da América do Sul. Foram imunizadas mais de 3 milhões de pessoas (considerando a primeira dose), cerca de 16% da população, que soma pouco mais de 18 milhões.

Visons doentes e os riscos aos humanos

A mutação da covid-19 nos visons faz o vírus passar de humanos para a animal e vice-versa

Pelo menos duas empresas dos Estados Unidos e pesquisadores russos estão trabalhando em vacinas contra a covid-19 para visons. Criados em cativeiro em alguns países do Hemisfério Norte, esses animais são considerados vetores do coronavírus. A contaminação em larga escala de espécimes que vivem confinados por ter gerado mutações potencialmente perigosas. As farmacêuticas Zoetis e a Medgene começaram a testar vacinas para os animais com tecnologia semelhante a do imunizante da Novavax. Apesar do receio americano, a situação foi mais grave na Dinamarca, onde 17 milhões de animais foram sacrificados.

O que mais MONEY REPORT publicou hoje

Painel Coronavírus

Dados atualizados em 24/02/21 – 20h

Vacinados

  • 216 milhões no mundo * (2,88% da população)
  • 7,30 milhões no Brasil * (3,45% da população)
    * Considerando as duas doses, quando for o caso

Casos confirmados
• 10.324.463 – acumulado
• 66.588 – casos novos
• 9.281.018 – casos recuperados
• 793.488 – em acompanhamento
• 4.913 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Óbitos confirmados
• 249.957 – óbitos acumulados
• 1.428 – óbitos novos
• 2,4% – Letalidade
• 118,9 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa e Universidade Johns Hopkins (EUA)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =

Pergunte para a

Mônica.