PATROCINADORES

Nº 74: 11 vezes mais, delegados sem privilégios, reinternações e graves sequelas

Um estudo da Universidade Federal de Juiz de Fora e da Universidade Federal de São João del-Rei, em Minas Gerais, mostra que o Brasil precisaria aumentar em cerca de 11 vezes a quantidade de pessoas vacinadas contra o novo coronavírus por dia para conter a pandemia em um ano. A média de 185 mil imunizações diárias deveria saltar a 2 milhões, segundo dados divulgados neste domingo (21) pelo UOL. Se o ritmo atual for mantido, a pandemia perduraria por mais de dois anos, conforme as simulações.

Desafogo

A realidade, no entanto, é outra – já que nos últimos dias diversas cidades paralisaram suas campanhas por falta de imunizante. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) reforçou a expectativa de receber até o final de fevereiro mais dois milhões de doses prontas da vacina da AstraZeneca com a Universidade de Oxford, que virão do Instituto Serum, da Índia. Mais oito milhões de doses importadas estão previstas no acordo, mas sem data para o envio ao Brasil.

Vantagem negada

A Justiça paulista barrou um pedido da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Aspesp) para que a categoria tivesse prioridade na vacinação. Na decisão, a juíza responsável pelo caso apontou a ausência de “qualquer motivo lógico, sanitário ou de saúde que justifique o privilégio”.

Recuperados?

Reportagem da edição deste domingo da Folha de S. Paulo trouxe um quadro alarmante sobre a qualidade de vida das pessoas que tiveram o novo coronavírus. Os resultados preliminares do estudo Coalizão, conduzido por oito hospitais de excelência do Brasil e institutos de pesquisa, revela que 25% dos pacientes intubados em razão da doença morram por sequelas após a alta hospital. Além disso, 40% tiveram que ser reinternados e 20% ainda não tinham voltado a trabalhar seis meses após deixarem a unidade médica.

Meio milhão

A primeira morte pelo coronavírus nos Estados Unidos foi confirmada em 29 de janeiro do ano passado. Quase um ano depois, o país deve atingir entre este domingo e a segunda-feira (22) a marca de 500 mil óbitos. Os americanos agora confiam na alta média diária de pessoas vacinadas para definitivamente controlar a pandemia nos próximos meses.

Painel Coronavírus
Dados atualizados em 21/02/21 – 19h

Vacinados

204.837.420 no mundo
6.505.292 no Brasil

Casos confirmados no Brasil
• 10.168.174 – acumulado
• 29.026 – casos novos
• 9.095.483 – casos recuperados
• 4.838,6 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Óbitos confirmados no Brasil
• 246.504 – óbitos acumulados
• 527 – óbitos novos
• 2,4% – Letalidade
• 117,3 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − cinco =

Pergunte para a

Mônica.