PATROCINADORES

Nº 44: diplomacia negligente; manauaras são prioridade; hackers convenientes

O desdém do Itamaraty
O governo brasileiro faltou ao encontro entre diplomatas latino-americanos e a chineses em julho de 2020, deixando de ter acesso a um crédito de US$ 1 bilhão para vacinas contra a covid-19, apontou uma reportagem do UOL. A ausência da principal economia sul-americana causou indignação no meio científico brasileiro. A reportagem destacou que entre os diplomatas de Pequim, a decisão do Itamaraty, comandado por Ernesto Araújo (imagem), foi vista como um sinal que o Planalto não estava interessado nos imunizantes. Do lado latino-americano, a organização e o protagonismo foram do México. O governo mexicano explicou que o Itamaraty não deu qualquer explicação sobre a ausência. Os efeitos desta decisão estão aí.

Manaus é prioridade
Diante do colapso da saúde da capital amazonense, governadores de pelo menos 22 estados concordaram em repassar ao Amazonas uma cota extra das próximas remessas da vacinas. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou para uso emergencial 4,5 milhões de doses da Coronavac e 2 milhões da AstraZeneca/Oxford que chegaram ao Brasil.

Finalmente chegaram
O avião que transportava os 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford produzidas no Instituto Serum, na Índia, chegou a São Paulo. A imunizações começarão neste sábado (23).

Cepa amazônica viajante
Alemanha identificou sua primeira de infecção pela variante brasileira do novo coronavírus, originária de Manaus (AM). O anúncio foi dado pelo ministro de Assuntos Sociais do estado de Hesse, Kai Klose. O paciente retornou recentemente de uma viagem ao Brasil. Ele permanece assintomático e foi diagnosticado por um exame RT-PCR.

Quarentena: o novo visto para os EUA
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou um decreto nesta quinta-feira (21) que obriga a quarentena de passageiros internacionais de viagens aéreas que cheguem ao país. A recomendação é do Centro de Controle e Prevenções de Doenças (CDC, na sigla em inglês). Biden determinou o uso de máscaras em deslocamentos interestaduais. Outro ponto do decreto é a abertura de diálogo com os governos canadense e mexicano em relação aos protocolos de saúde pública para viagens terrestres. Vale destacar que quase todas os deslocamentos não essenciais pelas fronteiras terrestres entre estes países foram suspensas até 21 de fevereiro.

Índia garantida
O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, afirmou que o país é autônomo na fabricação de vacinas. Ele também destacou que 1 milhão de indianos já foram imunizados. Vale lembrar que lá são fabricados os imunizantes AstraZeneca/Oxford e Covaxim. “Naquela que é a maior necessidade do mundo hoje, somos completamente autossuficientes. Não somente isso, a Índia também está ajudando muitos países com vacinas”, afirmou Modi em uma videoconferência. O país já distribuiu grandes lotes de imunizantes para Bangladesh, Nepal, Butão, Seychelles, Maurício e Maldivas, além de remessas ao Brasil e Marrocos.

Menos casos e mais mortes na África

Diretor do CDC África, John Nkengasong

A taxa de mortalidade por coronavírus na África é de 2,5%, mais alta do que a média global de 2,2%. Esta tendência preocupa John Nkengasong (imagem), chefe do Centro para Controle e Prevenção de Doenças da África (CDC, na sigla em inglês). Ele explicou que no início da pandemia, a taxa de mortalidade do continente estava abaixo da média global e agora, pelo menos 21 países estão com a taxa acima 3%, entre eles os populosos Egito, República Democrática do Congo e Sudão. Outro ponto que merece atenção é a média de casos, que registrou queda de 7%, mas as mortes cresceram 10%.

Hackers x cloroquina

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde foi criticado pelo uso do aplicativo TrateCOV, lançado em 14 de janeiro deste ano, que recomendava tratamento preventivo com medicamentos sem eficácia comprovada (hidroxicloroquina e ivermectina, principalmente). Pressionada a tirar o app do ar pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), a pasta informou que o sistema foi invadido e derrubado por hackers.

Proteja os pequenos
A União Pró-Vacina, do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP), afirma: “Ao nos vacinarmos mesmo adultos, protegemos as crianças, principalmente os recém-nascidos”. Confira:

Veja o que mais MONEY REPORT publicou

Painel Coronavírus
Dados atualizados em 22/01/21 – 19h

Vacinados no mundo
• 57,2 milhões (0,75% da população global)

Casos confirmados
• 8.753.920 – acumulado
• 56.552 – casos novos
• 7.594.771 – casos recuperados
• 943.906 – em acompanhamento
• 4.165,6 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Óbitos confirmados
• 215.243 – óbitos acumulados
• 1.096 – casos novos
• 2,5% – Letalidade
• 102,4 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Fontes: Ministério da Saúde e Faculdade Johns Hopkins (EUA)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 8 =

Pergunte para a

Mônica.