PATROCINADORES

Nº 42: furadores de fila denunciados; mais mortes; SP-Xangai

Baixaria à moda brasileira
Jupi, pequeno munícipio pernambucano de 14 mil habitantes, foi destaque nacional pelos velhos motivos errados. No início da vacinação, um fotógrafo da prefeitura identificado como Guilherme JG, publicou em suas redes sociais o momento de sua vacinação, furando a fila dos prioritários e, pior, com suposto endosso da secretária de Saúde, Maria Nadir Ferro, apontou reportagem do G1. Ao ser questionado, o fotógrafo explicou que tudo não passava de uma brincadeira. O prefeito da cidade, Marcos Patriota (DEM), informou que investigará o caso e que ambos estão afastados. Em Manaus, as gêmeas Gabrielle e Isabelle Kirk Lins, herdeiras do presidente da mantenedora da Universidade Nilton Lins, Nilton da Costa Lins Júnior, também foram imunizadas de forma questionável e com imagens publicadas em redes sociais. Ambas são recém-formadas e trabalham numa UBS, mas o caso provocou descontentamento entre os profissionais mais atuantes na linha de frente. Na sergipana Itabi, de 5 mil habitantes, o prefeito Júnior de Amynthas (DEM), que não pertence a nenhum grupo de prioritário, quebrou o protocolo e se vacinou, aponta a reportagem da Record TV. O Ministério Público Federal notificou o Amynthas. Se condenado, ele responderá pelo crime de prevaricação (prática indevidamente do ofício), com pena prevista de três meses a um ano.

Imagens: G1 / Guilherme JG e secretária de saúde de Jupi
Imagens: Revista Forum / Gêmeas Gabriela e Isabelle Lins

Amazonas: mais mortes
O Hospital Regional de Coari (AM) registrou sete óbitos de pacientes internados por falta de oxigênio. Segundo a nota divulgada, a cidade deveria ter recebido 40 cilindros na segunda-feira (18), mas o avião que levaria o insumo foi direto para o município de Tefé e ficou impossibilitado de retornar, pois o aeroporto local não opera voos noturnos. A entrega foi realizada a Coari apenas às 7h desta terça-feira (19). Autoridades do munícipio afirmaram que a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas está lidando com a saúde do interior de “forma irresponsável”.

São Paulo contra o tempo
A ocupação dos leitos das unidades de terapia intensiva (UTI) em todo o estado de São Paulo chegou a 70%, maior taxa registrada desde o início de 2021. Em 5 de janeiro, estava em 62,5%, o que indica aumento das internações. O governo paulista anunciou que fará uma nova reclassificação do Plano São Paulo na sexta-feira (22). Além disso, o governador João Doria (PSDB) informou pelo Twitter que o escritório paulista em Xangai está negociando com as autoridades chinesas para liberação de mais insumos para a fabricação da CoronaVac.

Sem verba para a vacina do astronauta

Ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes

O Ministério da Economia (ME) negou a abertura de crédito extraordinário de R$ 390 milhões para pesquisa da “vacina brasileira” desenvolvida pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTIC), Marcos Pontes. A tal pesquisa do ministro foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro em entrevista ao programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes. Uma reportagem do site Jota aponta que em 14 de dezembro a pasta enviou um ofício à Secretaria de Orçamento Federal solicitando o crédito para os estudos de um imunizante com tecnologia brasileira, baseado em um parecer da Academia de Ciências Farmacêuticas do Brasil. Seriam necessários R$ 30 milhões para ensaios clínicos das fases 1 e 2 e até R$ 320 milhões para a fase 3. O ME informou ao Jota que a documentação não atendeu aos requisitos de urgência e de imprevisibilidade.

Oxigênio venezuelano
Os caminhões enviados pelo governo venezuelano com mais de 100 mil metros cúbicos de oxigênio chegaram a Manaus na noite de terça-feira (19), após a situação amazonense ganhar repercussão internacional. O oxigênio foi entregue na sede da White Martins, empresa que fornecedora do insumo. O ministro das Relações Exteriores venezuelano, Jorde Areazza, ironizou a situação.

30% de israelenses imunizados
Aproximadamente 2,27 milhões de israelenses foram vacinados com a primeira dose desde o início da campanha e mais de 500 mil já receberam a segunda dose. A campanha de Israel buscar se adiantar mediante aos temores de que novas cepas surjam, afetando a disponibilidade de leitos, tratamento e recuperação econômica.

Meu vizinho primeiro
O ministro das Relações Exteriores indiano, Subrahmanyam Jaishankar, comemorou em seu Twitter a chegada dos imunizantes produzidos na Índia nos países vizinhos, como o Butão. O tweet veio em um momento complicado para as relações com o Brasil, que não conseguiu adquirir lotes de vacinas por causa da política “India first” do primeiro-ministro Narendra Modi.

Cepas em 83 países
A variante britânica do coronavírus continua se disseminando pelo mundo e já foi detectada em 60 países e territórios, afirmou a Organização Mundial de Saúde (OMS). A variante sul-africana se espalha mais lentamente e está presente em 23 países e territórios. “Há atualmente pouca informação disponível para avaliar se a transmissibilidade ou se as severidades são alteradas por essas novas variantes”, avaliou a OMS.

Novos testes na China

Teste realizado na província de Hebei / Fonte: Xinhua

Médicos foram enviados para realizar uma nova rodada de testes de covid-19 na vila de Baiwangzhuang, no condado de Jingxing, em Shijiazhuang, capital da província de Hebei, na China. Além dos idosos, crianças estão sendo examinadas por causa de sua capacidade transmissão. A ação deverá ser concluída em três dias.

Moradores de rua imunizados

Rua de Roma próxima ao Vaticano. Foto: Filippo Monteforte / AFP

O Vaticano começou a vacinar cerca de 25 moradores de rua que costumam vagar pela Praça de São Pedro, afirmou o porta-voz, Matteo Bruni. “Entre eles, estão italianos, mas também estrangeiros de muitos países do Leste Europeu. São pessoas com problemas de saúde física e mental”, explicou.

Vacinas para doenças erradicadas
A União Pró-Vacina, do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo (IEA-USP), afirma: “Em pleno século XXI, é inadmissível termos mortes por doenças imunopreveníveis, ou seja, doenças para as quais já existem vacinas”. Confira:

Veja o que mais MONEY REPORT publicou

Painel Coronavírus
Dados atualizados em 20/01/21 – 19h30

Casos confirmados
• 8.638.249 – acumulado
• 64.385 – casos novos
• 7.554.622 – casos recuperados
• 860.796 – em acompanhamento
• 4.110,6 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Óbitos confirmados
• 212.831 – óbitos acumulados
• 1.340– casos novos
• 2,5% – Letalidade
• 101,3 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − dois =

Pergunte para a

Mônica.