Document
PATROCINADORES

Nº 344: injeção preventiva; Anvisa cobra explicações; destino Japão

Nova forma de tratamento

A AstraZeneca afirmou que sua injeção de anticorpos monoclonais — anticorpos desenvolvidos em laboratório — oferece 83% de proteção contra a covid-19 por seis meses. Este medicamento foi criado para pessoas com alto risco de desenvolver a forma grave da doença e que não respondem bem às vacinas. A tecnologia dos anticorpos monoclonais já é usada no tratamento de câncer e de doenças autoimunes. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (18).

O que MONEY REPORT publicou hoje:

Saúde terá que explicar

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta quinta-feira (18) que enviou ao Ministério da Saúde um ofício solicitando informações sobre os “elementos técnicos que embasaram a decisão” de aplicar doses de reforço das vacinas vigentes no país (Pfizer, Janssen, AstraZeneca e CoronaVac) aos maiores de 18 anos.

Restrições retiradas

O Ministério da Educação revogou todas as medidas adotadas para combater a pandemia publicadas em março de 2020, conforme uma portaria publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (18). Não há o estabelecimento de novas medidas.

  •  Foi revogada medida que definia que servidores com 60 anos ou mais, imunodeficientes, com doenças crônicas ou graves, grávidas, lactantes ou cuidando de uma pessoa com suspeita de estar infectada seriam afastados;
  • A revogação também inclui a limitação ao trabalho presencial dos funcionários terceirizados. Até hoje, a atuação presencial estava limitada a atender atividades consideradas essenciais pelos titulares das unidades da Educação, em patamar mínimo para a manutenção das atividades, como segurança patrimonial e sanitária.

____________________________________________

Informe Publicitário

____________________________________________

A pandemia alemã

A Alemanha registrou um novo recorde de infecções na quarta-feira (17), enquanto as autoridades políticas e sanitárias alertam para um cenário dramático na pandemia. De acordo com o Instituto Robert Koch, foram 65.371 casos e 264 mortes em 24 horas, um aumento de cerca 12,5 mil contágios em relação ao recorde anterior (52.826), registrado há exatamente um dia antes. O presidente do instituto, Lothar Wieler, afirmou que a situação nunca foi tão séria.

Viagens liberadas no Japão

O Japão elevará em 26 de novembro, de 3,5 mil para 5 mil, o limite diário de ingresso no país de viajantes provenientes do exterior, conforme o anunciado pelo governo nesta quinta-feira (18). A mudança se baseia em providências relacionadas ao sistema de quarentena e na execução de medidas antivirais. Segundo técnicos, o governo responderá com flexibilidade caso não haja um agravamento do contágio, incluindo a propagação de novas variantes.

Complete seu esquema

Cariocas reforçados

Proteção pela metade não é proteção

Painel Coronavírus

Vacinados *
• 848 milhões no mundo (10,78% da população com a primeira dose)
• 7,59 bilhões de doses distribuídas (96,44% da população — cumulativo, incluindo doses de reforço)
• 157,67 milhões no Brasil (73,91% da população)
* dados globais aproximados

Segunda dose **
• 3,21 bilhões no mundo (40,8% da população)
• 129,52 milhões de brasileiros (60,72% da população)
** dado global aproximado

Casos confirmados no Brasil
• 21.989.962 – acumulado
• 12.301 – novos infectados
• 21.206.997 – recuperados 
• 170.821 – em acompanhamento 
• 10.464,1 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 612.144 – óbitos acumulados
• 293 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 291,3 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados globais e nacionais atualizados em 18/11/2021, às 18h30

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.