Document
PATROCINADORES

Nº 254: coronavírus dissecado; Rio em alerta; hospitais de Tóquio

Gene e proteína que levam à morte

Estudos divulgados esta semana pela publicação Science Immunology ajudam a esclarecer como alguns infectados apresentam sintomas graves e morrem, enquanto outros nada sentem. Foi descoberto que quase 20% dos óbitos analisados está relacionado com uma proteína do sistema imunológico que, longe de proteger, exacerba os efeitos do vírus. Há um ano, um consórcio internacional de cientistas e médicos alertava que 10% dos pacientes produziam autoanticorpos, proteínas imunológicas que inexplicavelmente se voltam contra o organismo que devem proteger. Estes defensores defeituosos atacam os interferons tipo 1 (moléculas interceptam o vírus e disparam um alarme geral de proteção, mas não protegem de fato), bloqueando seu trabalho, o que coloca a vida do paciente em risco. Há também um mutação no cromossomo X que torna os homens mais vulneráveis.

Falhas genéticas

  • Idade: foram analisados mais de 3,5 mil pacientes em estado crítico. Os anticorpos defeituosos foram encontrados em 14% dos casos, sendo mais comuns em pessoas de idade avançada;
  • Sexo: a covid é mais letal entre os homens. Uma mutação no gene TLR7 predispõe ao estado mais grave da doença. Este gene está no cromossomo X, que homens possuem apenas uma cópia. As mulheres carregam duas, reduzindo significativamente o risco.

Fim de restrições e ameaças da delta

O estado de São Paulo tem a primeira sexta-feira (20) sem restrições de horários e taxa restrititvas de ocupação nos estabelecimentos comerciais. A Retomada Segura anunciada pelo governo nesta semana exige a manutenção dos protocolos de saúde e do uso de máscaras. Porém, um levantamento da USP e da Unesp aponta que uma explosão de casos de covid-19 na capital paulista deve ocorrer a partir de setembro. O principal motivo é o avanço da variante delta.

Mais mulheres buscam
abrigo em SP

Um levantamento da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) registrou um aumento de 31% na quantidade de mulheres que procuraram abrigos públicos na cidade de São Paulo durante a quarentena. Esse crescimento está relacionado com casos de violência doméstica. Antes da pandemia, de março de 2019 a março de 2020, a secretaria abrigou 1.139 vítimas agredidas. De março de 2020 a março de 2021, foram 1.496.

______________________________________________________________________________

Informe Publicitário

_______________________________________________________________________________

Terceira dose, só depois

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse que a dose de reforço só será adotada após todos os adultos completarem a vacinação. “É possível, provável que haja necessidade de uma terceira dose. Mas só vamos avançar quando houver a população vacinada com as duas doses”, afirmou em entrevista à Voz do Brasil, nesta na quinta-feira (19).

AstraZeneca avalia coquetel de anticorpos

A farmacêutica AstraZeneca informou nesta sexta-feira (20) que seu coquetel de anticorpos AZD7442 reduziu de forma significativa a incidência de casos sintomáticos de covid-19 durante testes clínicos de fase 3. O laboratório declarou que os testes profiláticos cumpriram o objetivo de prevenir a doença e reduziram os riscos de casos sintomáticos em 77%.

Rio alarmado

Paes: “Mais da metade dos casos da cidade”

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (à frente na imagem), expressou preocupação quanto ao avanço da delta, durante a divulgação do 33° boletim epidemiológico da cidade, nesta sexta-feira (20). Enquanto a quantidade de casos confirmados segue em ascensão, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) já concluiu, por meio de uma pesquisa por amostragem genômica, que a nova linhagem corresponde a 53,7% das ocorrências no município. A cepa já provocou ao menos quatro mortes no Rio.

Temos um pico de casos no Rio de Janeiro em 2021. Nunca tivemos nesse ano um número tão grande de pessoas com covid quanto agora. Todos percebemos isso. Eu pessoalmente nunca vi tanta gente com covid no meu entorno. A variante delta já representa mais da metade dos casos da cidade

Eduardo Paes, prefeito do Rio

Jogos complicados pela frente

As Paralimpíadas de Tóquio serão realizadas em circunstâncias “muito difíceis”, afirmaram os organizadores nesta sexta-feira (20), já que os hospitais da cidade-sede estão sobrecarregados diante do pior momento da pandeia no Japão. O jornal Asahi Shimbun noticiou nesta sexta-feira (20) que um hospital de Tóquio recusou um pedido dos organizadores para receber casos de emergência, priorizando os paceintes que chegarem primeiro.

UTIs esvaziando aos poucos

Painel Coronavírus

Vacinados (cumulativos)
• 4,88 bilhões no mundo (65,06% da população)
• 120,4 milhões no Brasil (56,53% da população)

Segunda dose *
• 1,87 bilhão no mundo (24% da população)
• 53,24 milhões de brasileiros (24,99% da população)
*dados aproximados

Casos confirmados no Brasil
• 20.528.099 – acumulado
• 33.887 – novos infectados
• 19.413.552– recuperados
• 541.036 – em acompanhamento
• 9.768,4 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 573.511 – óbitos acumulados
• 870 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 272,9 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 20/08/21 – 18h

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.