Document
PATROCINADORES

Nº 242: meio Brasil protegido; Botucatu de uma vez; negacionismo que mata

Botucatu (SP) tem aplicação massiva da segunda dose

Teve início neste domingo (8) a aplicação da segunda dose da vacina contra covid-19 no projeto de imunização em massa na cidade de Botucatu (SP). A iniciativa é do Ministério da Saúde em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade de Oxford. A intenção é imunizar 66 mil pessoas. Até a metade da manhã, 8 mil foram até os postos de atendimento. Após a campanha similar para a primeira dose, a cidade registrou quedas de 80% nos novos casos e de 86,7% nas internações.

Metade dos brasileiros vacinados

No final desta segunda-feira (9), metade dos estimados 213 milhões de brasileiros estarão vacinados com uma dose. Neste domingo (8), 106,52 milhões haviam recebido um dos 4 imunizantes adotados pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), informou o Ministério da Saúde (conferir dados do Painel Coronavírus no final deste boletim). Se comparado com a média mundial (60%), o Brasil está atrás, porém segue de modo mais consistente na aplicação da segunda dose, com 21% de atendidos, contra 15% da média mundial.

Rio e seu recorde

A cidade do Rio de Janeiro bateu seu recorde de vacinas aplicadas na semana que terminou no sábado (7). Em nota, a Secretaria Municipal do Rio de Janeiro informou que foram aplicadas mais de 451 mil doses no período.

O que MONEY REPORT publicou hoje

Nos EUA, temor com a volta às aulas

Nos Estados Unidos, o retorno do ensino presencial faz com que as autoridades de saúde passem a temer que os mais jovens se tornem vetores pandêmicos. O diretor dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH, na sigla em inglês), Francis Collins (apontado para a tela), afirmou neste domingo (8) que há 1.450 crianças hospitalizadas no país com covid. Com cerca de 90 milhões de estadunidenses adultos que ainda não receberam nenhum imunizante e menores de 12 anos ainda fora da campanha, os EUA estão em um momento delicado. O alerta fez com que sindicatos e entidades de classe passassem a defender a vacinação obrigatória dos professores. A alternativa mais simples no momento é manter o uso de máscaras. “Não é uma declaração política ou uma invasão de liberdades. Este é um dispositivo médico que salva vidas. E pedir às crianças que usem uma máscara é desconfortável, mas, você sabe, as crianças são muito resistentes. Sabemos que é provável que crianças com menos de 12 anos sejam infectadas e, se não tivermos máscaras nas escolas, esse vírus se espalhará mais amplamente”, afirmou Collins.

Mortes evitáveis

O negacionismo e a hesitação vacinal cobram um preço alto nos Estados Unidos. Autoridades sanitárias americanas divulgaram que 97% dos hospitalizados por covid e mais de 99% das mortes pela doença são de pessoas que não foram vacinadas. O registro diário médio de infecções voltou para mais de 100 mil casos, como há seis meses.

Na Tesla, só com máscaras

A fabricante de veículos elétricos Tesla determinou que, a partir desta segunda-feira (9), os funcionários de sua fábrica de baterias no estado de Nevada terão que usar máscaras quando em ambientes fechados, não importando se estejam imunizados ou não. A causa é a disseminação da cepa delta nos Estados Unidos. A decisão da fabricante segue as orientações do Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e está em adoção por toda a indústria automotiva americana.

____________________________________________________________________


Informe Publicitário

_______________________________________________________________________________________________

11 milhões de testados em seis dias 

Desde junho de 2020 sem casos de covid, a metrópole chinesa que foi epicentro da pandemia decidiu testar toda a população após detectar o novo coronavírus em sete trabalhadores imigrantes. A China enfrenta surtos da variante delta que combate com regras duras de confinamento. De acordo com as autoridades sanitárias, no sábado (7) foram registrados 37 casos transmitidos localmente e identificados 41 portadores assintomáticos. O megaesforço exigiu o deslocamento de 28 mil profissionais de saúde para atuar em 2,8 mil centros temporários de testagem.

Ribeirão Pires: 95% com a primeira agulhada

Com uma das campanhas de vacinação mais inovadoras e bem-humoradas, Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, busca o engajamento do público mais jovem nas redes sociais. No sábado, o município do ABC Paulista de 123 mil habitantes atingiu 95% da população adulta vacinada com a primeira dose. O hospital de campanha instalado há um mês foi desativado por falta de pacientes. A cidade soma 8.464 casos desde o início da pandemia, com 335 óbitos. Desde sábado (7), são cinco casos novos. Em agosto, só uma pessoa morreu, em julho, 17. Confira o link.

Painel Coronavírus

Vacinados

• 4,43 bilhões no mundo (59,05% da população)
• 106,52 milhões no Brasil (49,99% da população)
* primeira dose

Segunda dose *
• 1,15 bilhão mundo (15,4% da população)
• 45,18 milhões de brasileiros (21,13% da população)
* incluindo dose única

Casos confirmados no Brasil

• 20.165.672 – acumulado
• 18.907.243 – recuperados
• 695.278 – em acompanhamento
• 13.893 – novos infectados
• 9596 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil

• 563.151 – óbitos acumulados
• 399– novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 268 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados de 08/08/21 – 18h 

Fontes: Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Universidade Johns Hopkins (EUA)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.