Document
PATROCINADORES

Nº 220: terceira dose em Guaxupé; Pazuello nega tudo; VaciNEY em Ribeirão Pires

Justiça manda dar mais uma agulhada

A Justiça de Minas Gerais decidiu, em primeira instância, que um idoso de 75 anos com o ciclo vacinal completado com a CoronaVac tem direito a receber uma terceira inoculação, mas de outro fabricante. O despacho é do juiz Milton Biagioni Furquim, da 2ª Vara Cível de Guaxupé e foi publicado neste sábado (17). O autor da ação fez o pedido embasado em exames laboratoriais de baixa confiabilidade que mostraram a presença de menos de 20% de anticorpos esperados em seu organismo, cerca de 40 dias após a segunda dose, recebida em 19 de abril. Hipertenso, diabético, cardiopata e munido de um laudo médico, ele procurou a Secretaria Municipal de Saúde. Sem ser atendido, procurou a Justiça. A decisão dá 24 horas para ser atendida. Se não for cumprida, o prefeito Heber Quintella (PSDB) precisará pagar multa diária de R$ 1 mil. Especialistas em saúde alertam que os testes de anticorpos não comprovam a ineficácia de vacinas. O juiz ordenou que ele tome qualquer vacina, à “exceção do CoronaVac e AstraZeneca”, diante do risco de trombose – algo raro de ocorrer. E para piorar, em caso de falta da Pfizer e da Janssen nos estoques, a decisão de receber a nova dose ou não é do idoso, contrariando qualquer orientação médica e abrindo espaço para a judicialização do sommelier de imunizante.

  • A resposta da Sociedade Brasileira de Imunologia (SBI) para MONEY REPORT?
    A decisão é infundada. As pesquisas não foram concluídas.
  • O que afirma o Instituto Butantan:
  • O que informa a Fiocruz sobre os exames de anticorpos

O que MONEY REPORT publicou hoje

Pazuello nega proposta paralela

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello negou, em nota, a reportagem do jornal Folha de S.Paulo sobre uma suposta negociação para a compra de doses da Coronavac com a entermediação da empresas catarinense World Brands, a US$ 28 a dose. O valor é 180% acima do apresentado pelo Instituto Butantan, US$ 10 a dose. “Enquanto estive como ministro da Saúde, em momento algum negociei aquisição de vacinas com empresários”.

______________________________________________________________________________________________________________________________

Informe publicitário

______________________________________________________________________________________________________________________________

500.011: recorde paulista

Rio acumula delta

O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, confirmou neste sábado (17) que a cidade registra 23 identificações da cepa delta (B.1.617.2). O estado do Rio acumula 63 manifestações da variante.

Enquanto isso, em Ribeirão Pires

Há também deixou um recado aos sommeliers de vacina

A campanha virou destaque no site Buzzfeed

Fiocruz explica

Margareth Dalcolmo, pesquisadora da Fiocruz, explica: “Toda vacina pode ter um efeito indesejável”. Confira:

Painel Coronavírus

Vacinados

• 3,61 bilhões no mundo (48,13% da população)
• 121,80 milhões no Brasil (57,18 da população)
* primeira dose ou dose única

Segunda dose *
• 929,06 milhões no mundo (11,9% da população)
• 33,65 milhões de brasileiros (15,8% da população)
*dados aproximados

Casos confirmados no Brasil

• 19.342.448 – acumulado
• 17.983.275 – recuperados
• 817.907 – em acompanhamento
• 34.339 – novos infectados
• 9.204 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil

• 541.266 – óbitos acumulados
• 868 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 258 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 17/07/21 – 19h

Fontes: Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Universidade Johns Hopkins (EUA)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.