Document
PATROCINADORES

Nº 181: quebra de patentes; mortes de crianças; Queiroga na CPI de novo

OMC e o impasse da quebra de patentes

Uma petição pelo acesso universal à vacina de baixo custo, assinada por 2,7 milhões de pessoas e com apoio de mais de 40 entidades (Oxfam, Anistia Internacional e Avaaz), foi encaminhada à Organização Mundial do Comércio (OMC). Os países que integram a entidade debatem a suspensão temporária das patentes. Em posição contrária, o presidente do Banco Mundial, David Malpass, afirmou nesta terça-feira (8) que não apoia a suspensão por temer prejuízos aos investimentos em pesquisa do setor farmacêutico.

Brasil é segundo em mortes de crianças

Argentina e Colômbia tiveram 12 e 13 mortes por milhão, respectivamente

Atrás apenas do Peru, o Brasil é o segundo país com mais mortes de crianças vitimadas pelo novo coronavírus no mundo. Até meados de maio, 948 crianças e bebês até 9 anos morreram, aponta o Sistema de Informação de Vigilância da Gripe (Sivep-Gripe). Os dados foram compilados pelo jornal O Estado de S.Paulo, em parceria com estatístico da Fiocruz, Leonardo Bastos. A cada milhão de crianças, 32 morreram. No Peru, foram 41 por milhão. Foram considerados 11 países com ao menos 20 milhões de habitantes que registraram pelo menos mil mortes por milhão.

Chega de aspirina

A aspirina (ácido acetilsalicílico) não aumenta as chances de sobrevivência de pacientes graves de covid, tampouco contribui em situações clínicas mais leves, apontam resultados preliminares do estudo Recovery, da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgados nesta terça-feira (8). Foram avaliados os efeitos do medicamento em quase 15 mil pacientes hospitalizados.

O que MONEY REPORT publicou hoje

Pzifer para crianças

A Pfizer informou nesta terça-feira (8) que começará a testar sua vacina em crianças menores de 12 anos. O estudo envolverá até 4,5 mil selecionados nos Estados Unidos, Finlândia, Polônia e Espanha.

Drive-thrus paulistas fora de serviço

Os postos de vacinação drive-thru suspenderam temporariamente as atividades na capital paulista. Os postos volantes em farmácias também serão desativados até a próxima abertura de um novo grupo prioritário. O pessoal será remanejado para unidades básicas de saúde (UBSs), assistências médicas ambulatoriais integradas (AMA/UBS), megapostos, serviços de atenção especializada (SAE) e centros de saúde da rede municipal. As UBS com drive-thru funcionarão normalmente.

O que Queiroga disse à CPI dessa vez

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez uma admissão inédita

O resumo do que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou durante a sua reconvocação à CPI da Pandemia.

  • Nise Yamaguchi: que a médica infectologista, suposta integrante do gabinete paralelo, entregou a ele um protocolo cubano de uso da cloroquina. Ele relatou que recebeu o material, mas não deu detalhes sobre seu uso pelo ministério;
  • Futebol: “Campeonato Brasileiro de futebol aconteceu dentro de um ambiente controlado”. Falso. Um levantamento da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apontou que, entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021, ocorreram no mínimo 357 casos positivos entre 11.514 testes em jogadores e integrantes de comissões técnicas da série A. Em 9 de agosto, o jogo entre São Paulo e Goiás foi adiado, pois 10 dos 26 jogadores do time goiano estavam infectados;
  • ButanVac: disse acreditar no imunizante, mas espera os resultados científicos. Ele mantém diálogo com o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas;
  • Ineficácia: questionado sobre a manutenção da nota técnica de uso da cloroquina na parte do site do Ministério da Saúde destinado a médicos, afirmou que o registro faz parte da história do site e dos tratamentos já aplicados. Mas, considera, como profissional, que o medicamento não tem eficácia. Foi a primeira vez que o ministro fez tal admissão em público. Confira abaixo:
  • Do contra: o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) afirmou pelo Twitter que tomará providências junto ao conselho de ética da Casa contra o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS). O senador gaúcho mais uma vez tentou provar que a cloroquina é eficaz. Baseadas em dados, a comunidade científica e a OMS afirmam o contrário.

____________________________________________________________________________

Informe publicitário

______________________________________________________________________________

Vacina inalável

A China encaminha desenvovimento de uma nova vacina por inalação. O trabalho é coordenado pela epidemiologista e virologista Chen We, em parceria com indústria farmacêutica CanSino. Para imunizar, seria necessário apenas um quinto da quantidade injetável (0,5 mililitros por dose injetável para 0,1 mililitro do inalado). O embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, já havia comemorado o avanço em 4 de junho.

Sinovac para crianças

Foi anunciado pela Sinovac que a China se prepara para vacinar crianças a partir dos 3 anos de idade. O comunicado partiu do porta-voz da farmacêutica, que concluiu estudos deste grupo e aguarda o aval do governo de Pequim para iniciar as aplicações.

Alemanha dissolve fila dos prioritários

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn

A Alemanha removeu a lista de grupos prioritários à vacinação na segunda-feira (7). A partir de agora, qualquer residente acima de 12 anos poderá ser imunizado. Entretanto, a espera pode ser grande, já que não há doses suficientes. O ministro da Saúde, Jens Spahn, pediu paciência. O Instituto Robert Koch divulgou que 37,9 milhões de habitantes já receberam uma dose, o que representa 45,7% da população de 83 milhões. Desses, 17,7 milhões receberam as duas doses, o que perfaz 21,3%.

Painel Coronavírus

Vacinados **
• 2,18 bilhões no mundo (29% da população)
• 71,69 milhões no Brasil (33,42% da população)

Segunda dose
• 432 milhões no mundo (5,9% da população) *
• 23,16 milhões de brasileiros (10,8% da população)
* dados arredondados
** não houve atualização geral em 08/06

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 85% * de ocupação total em 13 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados no Brasil
• 17.037.129 – acumulado
• 52.911 – novos infectados
• 15.494.071 – recuperados
• 1.066.266 – em acompanhamento
• 8.107 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 476.792 – óbitos acumulados
• 2.378 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 227 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 08/06/21 – 20h30

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.