Document
PATROCINADORES

Nº 177: vídeo do gabinete que não existia; e-mails na caixa do Planalto; Sputnik e Covaxin no Brasil

Um gabinete paralelo bem real

O site Metrópoles revelou nesta sexta-feira (4) que o aconselhamento paralelo ao presidente Jair Bolsonaro em relação às vacinas existiu. Uma reunião em 8 de setembro contou, além de Bolsonaro, com presença da infectologista Nise Yamaguchi, do deputado Osmar Terra (MDB-RS) e do virologista Paolo Zanotto. Na CPI da Pandemia, Yamaguchi negou a existência de tal grupo. “Não tem condição de qualquer vacina estar realisticamente na fase 3”, alertou de forma irresponsável o virologista Zanotto. No período, os e-mails da Pfizer estavam sem resposta.

Após a reportagem, o vice-presidente da CPI da Pandemia, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), emitiu um requerimento solicitando que Zanotto e o deputado Osmar Terra prestem depoimento à CPI.

Confira os requerimentos:

Convocação de Osmar Terra
Convocação de Paolo Zanotto

O que MONEY REPORT publicou hoje

53 omissões do Planalto

O vice-presidente da CPI da Pandemia, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou em entrevista à Rádio CBN nesta sexta-feira (4) que 53 e-mails da Pfizer sobre a negociação de vacinas ficaram sem resposta do governo brasileiro de setembro a dezembro de 2020, comprovando omissão. Na última mensagem não respondida, de 2 de dezembro, a farmacêutica pede algum posicionamento do Planalto, explicou o senador.

Crescimento no interior

Em maio, 1.515 cidades brasileiras registraram aumento nas contaminações na comparação com abril. Isso corresponde a 62,7% das 2.418 prefeituras consultadas na 11ª edição da pesquisa da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sobre a pandemia. Em 463 municípios (19,1%), a situação ficou estável e em 426 (17,6%), houve redução dos casos. Entre as administrações consultadas, 1.860 (76,9%) informaram ter adotado alguma forma de fechamento ou restrição das atividades não essenciais. Outras 532 (22%) não lançaram mão deste recurso. Na edição anterior, 73,9% dos municípios informaram ter adotado medidas de distanciamento.

Janssen para junho

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (4) a antecipação de 3 milhões de doses imunizantes da Janssen, braço da Johnson & Johnson, para este mês. O Brasil tem um contrato com a farmacêutica de 38 milhões de doses, com previsão de entrega de 16,9 milhões entre julho e setembro e 21,1 milhões de outubro a dezembro.

Sputnik V e Covaxin para o Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira (4) a importação e uso da Sputnik V (Bahia, Maranhão, Sergipe, Ceará, Pernambuco e Piauí) e Covaxin (Ministério da Saúde). O relator dos pedidos de autorização, Alex Machado Campos, impôs condicionantes à compra e uso dos imunizantes para fins de monitoramento.

Perda de eficácia contra variantes

A eficácia de uma única dose da vacina da Pfizer é menor contra variantes, aponta um estudo divulgado nesta sexta-feira (4). No entanto, o artigo publicado na revista científica The Lancet alerta que esses resultados ainda não são conclusivos. “Após uma única dose da Pfizer/BioNTech, 79% das pessoas tiveram uma resposta detectável de anticorpos à cepa original, mas esse nível caiu para 50% contra a variante Alfa (Reino Unido), 32% contra Delta (Índia) e 25% contra Beta (África do Sul)”, informou o estudo.

Japão encurralado

Ex-judoca e integrante do Comitê Olímpico, Kaori Yamaguchi

Ex-judoca e membro do Comitê Olímpico do Japão, Kaori Yamaguchi, afirmou nesta sexta-feira (4) que seu país foi encurralado para prosseguir com os Jogos Olímpicos. A declaração aumentou ainda mais a tensão, enquanto o país se prepara para receber os primeiros atletas.

Pfizer para crianças britânicas

A Agência Reguladora de Medicamentos do Reino Unido (MHRA, na sigla em inglês) aprovou nesta sexta-feira (4), o uso da vacina da Pfizer para crianças de 12 e 15 anos.

Painel Coronavírus

Vacinados
• 2,05 bilhão no mundo (27,3% da população)
• 70,3 milhões no Brasil (33,3% da população)

Segunda dose
• 421 milhões no mundo (5% da população) *
• 20,8 milhões de brasileiros (9,87% da população)
* dados arredondados

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 90% * de ocupação total em 13 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados no Brasil
• 16.841.408 – acumulado
• 37.936 – novos infectados
• 15.239.692 – recuperados
• 1.130.874 – em acompanhamento
• 8014,1 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 470.842 – óbitos acumulados
• 1.454 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 224,1 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 04/06/21 – 19h30

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.