Document
PATROCINADORES

Nº 167: 100% para adolescentes; vírus ancestral; CPI da cloroquina

Moderna dos 12 aos 18 anos

Nesta terça-feira (25), a Moderna se tornou a segunda farmacêutica a apresentar resultados satisfatórios na vacinação entre pré-adolescentes de 12 anos e jovens de 18 anos. Antes, só a da Pfizer tinha aprovação de uso emergencial para adolescentes pela Administração de Alimentos e Drogas dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês). A vacina foi 100% eficaz nos 3,7 mil jovens testados. A empresa afirma que não houve efeitos colaterais graves, apenas braços doloridos, dores de cabeça, fadiga, dores musculares e calafrios após a segunda dose. Os participantes serão monitorados pelos próximos 12 meses.

O que MONEY REPORT publicou hoje

P.4, a nova cepa paulista

Pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) anunciaram nesta terça-feira (25) a descoberta de uma nova variante, a P.4, encontrada em amostras coletadas no município de Porto Ferreira, no interior paulista. É uma derivação da linhagem P.1, identificada inicialmente em Manaus. Ainda não há detalhes sobre o comportamento da cepa. O prefeito Rômulo Rippa (PSD) anunciou que viajará a Brasília para tentar acelerar a vacinação na cidade.

Vírus ancestral de volta

A reativação do HERV-K está associada aos casos mais graves da covid-19

O novo coronavírus é capaz de reativar o HERV-K, um vírus adormecido que está presente há 5 milhões de anos na linhagem evolutiva dos primatas da qual descendem os seres humanos. A conclusão foi revelada por um estudo da Fiocruz divulgado na sexta-feira (21). “Verificamos o viroma de uma população com altíssima gravidade, em que a taxa de mortalidade chega a 80%, para ver se algum outro vírus estava coinfectando esse paciente que está debilitado, imunossuprimido”, afirmou o coordenador do estudo, o virologista Thiago Moreno, do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS), da Fiocruz. De março a dezembro de 2020, os cientistas acompanharam 25 pacientes internados.

Recursos para UTI

O Ministério da Saúde liberou R$ 1,04 bilhão para o custeio de 21.998 leitos de UTI para pacientes covid em mais de mil unidades de saúde em todos os estados.

Soro em humanos

O soro é produzido a partir de plasma de cavalos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira (25) que autorizou o início dos testes em humanos com o soro anti-Sars-CoV-2, desenvolvido pelo Instituto Butantan.

Novas tratativas para Covaxin

A Anvisa analisa um novo pedido de importação de 20 milhões de doses da vacina indiana Covaxin, do laboratório Bharat Biotech. A solicitação foi formalizada nesta segunda-feira (24) pelo Ministério da Saúde. Em março, a Anvisa negou a certificação de boas práticas à fabricante. Apesar da negativa, a reguladora informou que a empresa tenta se adequar às normas brasileiras.

O que a Capitã Cloroquina disse à CPI

Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde

O resumo do que a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, a Capitã Cloroquina, falou à CPI.

  • No início da doença: afirmou que a hidroxicloroquina seria eficaz no tratamento da fase inicial da covid-19, mas é falso. Além de não trazer benefício na redução da infecção, pode aumentar as chances de mortalidade, apontam estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS) que não recomenda o medicamento;
  • Contradição: afirmou que a Saúde não poderia prever a falta de oxigênio em Manaus. Entretanto, ao ser questionada sobre a atenção à saúde básica, ela detalhou o que testemunhou em uma vistoria antes do colapso. “Me chamou atenção. E aí, uma explicação para a maior utilização do oxigênio. Estávamos diante de uma variante”. Foi pega na contradição pelo senador Eduardo Braga (MDB-AM): “Como a senhora, logo pela manhã, com esse relatório tão preciso, não conseguiu prever que ia faltar oxigênio na região diante deste quadro?”;
  • 22 mortes suspeitas: “Os pacientes foram a óbito por doses tóxicas de cloroquina”. Falso. O medicamento não teria relação com as mortes de 22 pessoas internadas em estado grave no Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, em Manaus. Integrantes da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) afirmam que as causas foram síndrome respiratória aguda e septicemia, ambas consequências da covid-19. Porém, houve registro de arritmias cardíacas entre os que receberam doses maiores de cloroquina (12g em dez dias);
  • Ninguém indica: “Temos bastante evidência mostrando a eficácia da hidroxicloroquina, da ivermectina, da cloroquina, da colchicina”. Falso. Agências sanitárias internacionais, como a OMS, o Centro de Controle Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês) e a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, sigla em inglês), não reconhecem que essas substâncias tenham potencial para tratar a doença;
  • Esclarecimentos: durante o depoimento de Mayra Pinheiro, a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) emitiu uma nota sobre como são balizados os testes e o uso de medicamentos comprovados cientificamente. Confira:

FAQ do Butantan

Painel Coronavírus

Vacinados
• 1,7 bilhão no mundo (22,6% da população)
• 58,57 milhões no Brasil (27,7% da população)

Segunda dose
• 421 milhões no mundo (5% da população) *
• 19 milhões de brasileiros (9% da população)
* dados arredondados

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 80% * de ocupação total em 18 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados no Brasil
• 16.194.209 – acumulado
• 73.453 – novos infectados
• 14.648.332 – recuperados
• 1.093.846 – em acompanhamento
• 7.706 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 252.031 – óbitos acumulados
• 2.173 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 215 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 25/05/21 – 18h30

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.