Document
PATROCINADORES

Nº 164: média móvel volta a subir; vacinas eficazes contra cepa indiana; secretária pede demissão

Média móvel começa a subir

Na última semana, a média móvel de mortes por Covid-19 no Brasil iniciou uma tendência de alta. Em 30 de abril, o país chegou a uma média móvel diária de 2 523 óbitos. Duas semanas depois, caiu para 1 910 mortes. Desde então, voltou a subir, chegando a 1 971 em 20 de maio. A causa desta retomada seria o relaxamento das medidas de isolamento, combinada à redução do ritmo de vacinação no território brasileiro. O platô em torno de 2 000 falecimentos diários é considerado muito alto por especialistas.

Pfizer e AstraZeneca eficazes contra a cepa Indiana

As vacinas fabricadas pela Pfizer e pela AstraZeneca foram consideradas eficazes contra a cepa indiana. É o que afirma um estudo publicado hoje (22) pela Public Health England (PHE). A análise, realizada entre 5 de abril e 16 de maio, mostrou que o imunizante da Pfizer atingiu uma eficácia de 88 % contra a variante vinda da Índia (contra 93 % do vírus estudado em Kent). Já os inoculantes da AstraZeneca obtiveram uma taxa de 60 % (contra 65 % do estudo original). Segundo os pesquisadores, a diferença nos índices pode ser decorrente do período em que houve a testagem, já que os melhores resultados da AstraZeneca ocorrem quando os prazos estudados são mais espaçados.

Queiroga anuncia barreiras sanitárias para conter nova variante

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que haverá barreiras sanitárias em aeroportos, rodoviárias e rodovias para conter a cepa indiana da Covid-19 (já houve casos registrados no Maranhão). A primeira medida anunciada pelo ministro é o envio de 600 000 testes rápidos para o estado. Queiroga disse que passageiros que passarem por aeroportos ou pelas fronteiras do Maranhão terão de se submeter a testagem. “Qualquer passageiro que fizer teste rápido positivo também será estudado de acordo com a pesquisa genômica para detectarmos a possibilidade da variante indiana. Estamos atentos também a possíveis casos que podem surgir em outros estados, e a conduta será a mesma”, anunciou o ministro.

Secretária pede exoneração

Luana Araújo, que havia assumido o cargo de secretária de enfrentamento à Covid-19 na última quarta-feira, pediu demissão, segundo nota do portal da revista Veja. Segundo assessores próximos, Luana não aceitou as determinações que recebeu dos superiores. Ela é médica e infectologista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e pós-graduada em epidemiologia na Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Painel Coronavírus

Vacinados
• 1,62 bilhão no mundo (21,6% da população)
• 56,5 milhões no Brasil (26,7% da população)

Segunda dose
• 354 milhões no mundo (4,2% da população) *
• 18,4 milhões de brasileiros (8,74% da população)
* dados arredondados

A Universidade Johns Hopkins (EUA) não atualizou os dados globais da segunda dose

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 85% * de ocupação total em 17 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados no Brasil
• 16.047.439 – acumulado
• 76.490 – novos infectados
• 14.462.432 – recuperados
• 1.136.799 – em acompanhamento
• 7.636,2 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 448.208 – óbitos acumulados
• 1.899 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 213,3 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 22/05/21 – 21h15

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.