PATROCINADORES

Nº 148: Botucatu 24h; nova cepa no Rio; G20 solidário; as evasivas de Queiroga

Campanha em ritmo de eleição

A vacinação dos cerca de 100 mil habitantes maiores de 18 anos de Botucatu, a 235 quilômetros da capital, poderá ser feita em 24 horas, como em uma eleição. A prefeitura assinou um acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para que os cartórios eleitorais da cidade auxiliem na organização da campanha relâmpago. O projeto foi idealizado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), que mantém o Hospital das Clínicas e a Faculdade de Medicina de Botucatu. O estudo durará oito meses e usará o imunizante da AstraZeneca/Oxford. A data depende da liberação das doses pelo Ministério da Saúde. Na imagem em destaque, pesquisadores cadastram os participantes para a vacinação.

O que MONEY REPORT publicou hoje

Nova variante no Rio

A Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES) identificou uma nova variante em circulação (P.1.2). A cepa foi identificada nas regiões Metropolitana, Centro, Baixada Litorânea e Norte. Se trata de uma mutação da linhagem P.1, originária de Manaus.

Austrália segue fechada

O governo australiano vai manter suas fronteiras internacionais fechadas até 2022 diante das incertezas sobre as vacinas e as novas variantes, afirmou o ministro das Finanças, Simon Birmingham, nesta quinta-feira (6). A Austrália fechou as fronteiras em março de 2020.

G20 disposto a ajudar os pobres

Líderes do G20, grupo que reúne as 20 maiores economias, estudam financiar a distribuição de vacinas e medicamentos contra a covid-19 para nações subdesenvolvidas. A iniciativa custaria quase US$ 20 bilhões. O assunto deve dominar a próxima Cúpula de Saúde Global, em 21 de maio. Uma das questões mais delicadas será a quebra temporária das patentes da indústria farmacêutica.

Sputnik Light é improviso que pode dar certo

Nenhum evento adverso grave foi registrado na pesquisa, informou o fundo russo

Foi lançada uma nova versão da Sputnik V que poderia imunizar com apenas uma dose. O anúncio foi feito pelo Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF, na sigla em inglês) nesta quinta-feira (6). A nova Sputnik Light pode ser um improviso feliz. Testes do Instituto Gamaleya mostrariam que uma inoculação da Sputnik V teria eficácia de 79,4%, o que poderia ser o suficiente. “A dose única permite a imunização de um maior número de pessoas em menor tempo, favorecendo o combate à pandemia na fase aguda”, divulgou o RDIF.

O que Queiroga disse – e o que deixou de dizer

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante a CPI

O resumo do que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, falou à CPI da Pandemia.

  • Cloroquina: questionado pelo relator da CPI, senador Renan Calheiros (MDB-AL), o ministro não deu sua opinião profissional sobre o uso do medicamento sem comprovação científica para a covid-19 defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.
  • Imunidade de rebanho: o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) quis saber se a busca pela imunidade de rebanho seria uma estratégia de resposta à pandemia. “A vacinação é a forma adequada de obter imunização da população”, respondeu Queiroga.
  • Isolamento: Queiroga explicou que “medidas extremas” podem ser exigidas em situações específicas, como em “municípios em situação epidemiológica grave”. Mas se esquivou de opinar sobre a intenção de Bolsonaro de tentar proibir restrições severas e lockdowns: “Não vou fazer juízo de valor”, afirmou.
  • Vacinas: o ministro disse que não poderia detalhar tratativas de compras de vacinas de gestões anteriores. Porém, Calheiros pediu esclarecimentos sobre a divulgação errônea da quantidade de doses adquiridas há pouco. O país comprou metade dos imunizantes anunciados em peças de publicidade oficial. Queiroga disse que não é bem assim: “Está só nas finalizações legais, o que seria um aporte adicional muito importante para o nosso programa de vacinação”.
  • Evasivas: o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), pediu mais de uma vez que Queiroga respondesse de forma direta e clara todas as perguntas, sem evasivas, caso contrário teria que encerrar o depoimento. “O senhor é testemunha, tem que responder sim ou não”, afirmou Aziz.

A falácia da imunidade de rebanho

A CPI da Pandemia investigará se há alguma estratégia oculta do governo federal em tentar atingir a “imunidade de rebanho” sem vacinas, algo que se daria quando a maioria a população criasse anticorpos contra o vírus por ter contraído a doença. Se isso foi planejado, se tratou de um erro que custa milhares de vidas. Oficialmente, o Ministério da Saúde nunca adotou tal política, mas o presidente Jair Bolsonaro afirmou diversas vezes que a contaminação da maioria da população era inevitável e isso ajudaria a conter a doença em algum momento.

OMS vai criar centro de prevenção de pandemias

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou na quarta-feira (05) a criação de um centro global de alerta de pandemias. Sediado em Berlim, na Alemanha, sua missão será analisar dados com rapidez e detalhamento, para prevenir, detectar e preparar reações global contra futuras pandemias. A inauguração deve ocorrer em setembro.

Novos recordes indianos assustadores

A Índia registrou nesta quinta-feira (6) 412 mil infecções – o recorde diário mundial – e 3.980 mortes por covid-19. O total de infectados atingiu 21,1 milhões e os óbitos, mais de 230 mil. O país foi responsável por 49% dos casos e 28% das mortes registradas no planeta nas últimas 24 horas, de acordo com o Our World in Data.

Drive-thrus paulistanos para AstraZeneca

Drive-thru no Centro de Exposições do Anhembi

A prefeitura de São Paulo abriu nesta quinta-feira (6) mais sete serviços de vacinação drive-thru. Agora são 26 pontos que devem atender nos próximos dias 371 mil pessoas entre 60 a 62 anos. Nesses locais serão aplicadas exclusivamente doses da vacina AstraZeneca/Oxford.

Centro
  • Igreja Pentecostal Deus É Amor: Av. Prefeito Passos, 10
Zona Oeste
  • Clube Hebraica: R. Ibiapinópolis, 781, piso superior , Pinheiros
  • Memorial da América Latina: R. Tagipuru, 500 (perto do Portão 2), Barra Funda
  • Parque Villa-Lobos: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 1.025, Portão 3, Alto de Pinheiros
  • Shopping Raposo Tavares: Rod. Raposo Tavares, km 14,5
Zona Sul
  • Autódromo de Interlagos: R. Jacinto Júlio, perto do nº 589, Portão 9, Entrada KRF, Interlagos
  • Club Athletico Paulistano: R. Honduras, 1.400, Jardim América
  • Clube Atlético Monte Líbano: R. do Gama, 261, Jardim Luzitânia
  • Complexo Esportivo do Ibirapuera: R. Marechal Estênio Albuquerque Lima, 413
  • Estádio do Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 1.920, Portão 15, Morumbi
  • Hospital Dom Alvarenga: Av. Nazaré, 1.361, Ipiranga
  • Mais Shopping: R. Pe. José Maria, s/nº, estacionamento G2, Santo Amaro
  • Novartis: Av. Prof. Vicente Rao, 90, Santo Amaro
  • Shopping Campo Limpo: Est. do Campo Limpo, 459, Vila Prel
  • Shopping Interlagos: Av. Interlagos, 2.255, estacionamento subsolo, Portão 5, Interlagos
  • Shopping Jardim Sul: R. Itacaiúna, 61, Vila Andrade
  • Subprefeitura do M’boi Mirim: Av. Guarapiranga, 1.695, Pq. Alves de Lima
Zona Leste
  • Arena Corinthians: Av. Miguel Ignácio, 2.492 Curi, Portão E4, Itaquera
  • Atacadista Assai: Av. São Miguel, 6.838, V. Norma
  • Igreja Boas Novas: R. Marechal Mallet, 535, Vila Prudente
  • Shopping Anália Franco: Av. Reg. Feijó, 1.739, Tatuapé
  • Shopping Aricanduva: Av. Aricanduva, 5.555, estacionamento do Autoshopping, acesso pelo Portão P4, Aricanduva
  • Shopping Penha: R. Dr. Joao Ribeiro, 304
  • Subprefeitura da Penha: R. Mandu, 451, Penha
  • Subprefeitura do Itaim Paulista: Av. Marechal Tito, 3.012, Itaim Paulista
Zona Norte
  • Centro de Exposições do Anhembi: R. Olavo Fontoura, Portão 38, Santana

Painel Coronavírus

Vacinados
• 1,21 bilhão no mundo (16,13% da população)
• 45,6 milhões no Brasil (21,64% da população)

Segunda dose
• 295 milhões no mundo (3,5% da população) *
• 14,9 milhões de brasileiros (7,07% da população)
* dados arredondados

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 90% * de ocupação total em 19 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados no Brasil
• 15.003.563 – acumulado
• 73.380 – novos infectados
• 13.591.335 – recuperados
• 995.279 – em acompanhamento
• 7.140 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas no Brasil
• 416.949 – óbitos acumulados
• 2.550 – novas vítimas fatais
• 2,8% – letalidade
• 198 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 06/05/21 – 19h00

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.