PATROCINADORES

Nº 141: relaxamento precipitado; epicentro indiano; futebol garantido

Luto de abril

O Brasil alcançou a marca das 400 mil mortes por causa da pandemia nesta quinta-feira (29).

Afrouxamento perigoso

O mundo desviou sua atenção para a Índia. Enquanto os holofotes deixam o Brasil, alguns estados celebram quedas nas internações em UTIs, como São Paulo, que na quarta-feira (28) apontou baixa de 26,9% nas infecções. A percepção de recuo é precipitada e perigosa, alertam cientistas. O neurocientista Miguel Nicolelis, que coordenou o Comitê Científico do Nordeste, criado em março de 2020, explicou que as quedas são temporárias e as mudanças estão em uma margem de variação estatística. “Só servem para políticos usarem como justificativa de relaxamento”, finalizou.

O que MONEY REPORT publicou hoje

24 horas de calamidade

Um paciente é transportado a um hospital de Nova Delhi

A Índia registrou nesta quinta-feira (29) o sétimo recorde mundial de novos casos de covid-19 nos últimos oito dias, com 379.308 registros. Além disso, o país teve 3.645 mortes em 24 horas – outro recorde. Pelo quarto dia a Índia é o lugar no mundo onde a covid mais mata.

Para intubação

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira (29) que 864 mil unidades de medicamentos para intubação que deverão estar à disposição dos municípios até sábado.

Vida nova-iorquina

A cidade de Nova York reabrirá completamente em 1º de julho. A decisão foi atribuída à ampla campanha de imunização, anunciou o prefeito, Bill de Blasio, nesta quinta-feira (29). De acordo com a Universidade Johns Hopkins, 33,8% dos nova-iorquinos foram vacinados.

A fila anda em SP

O estado de São Paulo começou nesta quinta-feira (29) a vacinação a partir dos 63 anos. A expectativa é atender 420 mil pessoas.

Cronograma paulista de imunização

China é quem mais vacina

A China superou os Estados Unidos e se tornou o país com mais vacinas contra a covid-19 aplicadas do mundo, apontam dados do Our World in Data. O país assumiu a liderança do ranking na terça-feira (27) e agora tem 243 milhões de doses administradas, contra 234 milhões dos EUA. Os dois países somam menos de 23% da população mundial e são responsáveis por mais de 45% de todas as vacinas já aplicadas.

CoronaVac nas eliminatórias

Pequim enviou 50 mil doses da CoronaVac ao Uruguai na noite de quarta-feira (28). As doses serão distribuídas entre os clubes e as seleções da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). O objetivo é garantir a realização das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar, da Copa América de seleções (Argentina e na Colômbia) e das copas Libertadores e Sul-Americana de clubes.

Painel Coronavírus

Vacinados
• 1,09 bilhão no mundo (14,5% da população)
• 41 milhões no Brasil (19,4% da população)

Segunda dose
• 235,33 milhões no mundo (3% da população) *
• 13 milhões de brasileiros (6,1% da população)
* dados arredondados

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 90% * de ocupação total em 20 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados
• 14.590.678 – acumulado
• 69.389 – novos infectados
• 13.152.118 – recuperados
• 1.037.374 – em acompanhamento
• 6.943 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas
• 401.186 – óbitos acumulados
• 3.001 – novas vítimas fatais
• 2,7% – letalidade
• 191 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 29/04/21 – 19h

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + sete =

Pergunte para a

Mônica.