Document
PATROCINADORES

Nº 140: cepa manaura em SP; ButanVac em produção; negacionistas na mira

P.1 em 90% de SP

O Instituto Adolfo Lutz identificou que a variante brasileira (P.1), surgida em Manaus, corresponde a 90% das contaminações no estado de São Paulo. A pesquisa avaliou 1.439 sequências genéticas do vírus e determinou 21 linhagens diferentes. A cepa só não predomina nas regiões de São José do Rio Preto e de Presidente Prudente, onde a P.2 (outra cepa manauara) é mais presente. Já a variante britânica (B.1.1.7) está em 12 regiões, com maior incidência em Campinas e Taubaté – 12,33% e 21,05%, respectivamente.

O que MONEY REPORT publicou hoje

Pfizer em três doses

A vacina Pfizer/BioNTech necessitará de uma terceira dose aos nove meses ou, no máximo, em um ano para aumentar sua proteção contra o coronavírus. A afirmação é do cofundador da BioNTech, Ugur Sahin, nesta quarta-feira (28). Ele explicou que estudos recentes mostram que a imunidade diminui com o passar dos meses e que será necessária uma reativação com doses sucessivas a cada ano ou ano e meio – como nas campanhas anuais contra a gripe.

Começa a produção da ButanVac

Instituto tem prazo tem até 120 dias para apresentar dados; vacina foi testada em animais

O Instituto Butantan anunciou que inicia nesta quarta-feira (28) a produção da ButanVac, candidata a vacina que desenvolve autonomamente. O primeiro lote será de 1 milhão de doses e não dependerá de matéria-prima importada. Na sexta-feira (26), o pedido para testes em humanos foi negado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Mais geopolítica das vacinas

De acordo com o relatório do Serviço de Ação Externa da União Europeia (SEAE, na sigla em inglês) divulgado nesta quarta-feira (28), China e Rússia estão em campanha para minar a confiança das populações em relação às vacinas ocidentais. O documento apontou que o objetivo é aumentar o poder e a influência sobre os países dos Balcãs. Na Rússia, há um esforço para lançar dúvidas sobre a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês), com acusações contra o atraso na aprovação da Sputnik V.

Conspiradores na mira do governo alemão

Manifestação em Berlim do Querdenken: “Pare a ditadura Corona”, em tradução livre

O Ministério do Interior da Alemanha informou nesta quarta-feira (28) que integrantes do movimento negacionista Querdenken serão mantidos sob monitoramento do serviço de inteligência (BfV, na sigla em alemão). O grupo é considerado uma ameaça por questionar a legitimidade do estado e por ser responsável por uma série de protestos contra as medidas de restrição social. As autoridades citaram ligações entre o Querdenken e os grupos radicais de direita Reichsbürger e Selbstverwalter.

Qualidade internacional

Painel Coronavírus

Vacinados
• 1,06 bilhão no mundo (14,1% da população)
• 40,17 milhões no Brasil (19% da população)

Segunda dose
• 235,33 milhões no mundo (3% da população) *
• 11,04 milhões de brasileiros (5,23% da população)
* dados arredondados

Quando será a minha vez?
Não há dia certo, porém no link da plataforma “Quando vou ser vacinado” é possível obter uma estimativa. Como os dados são atualizados quase todos os dias, as expectativas mudam de acordo com a quantidade de doses aplicadas, grupos atendidos, faixas etárias e estado. Confira.

Leitos de UTI
• 90% * de ocupação total em 20 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados
• 14.521.289 – acumulado
• 79.726 – novos infectados
• 13.091.714 – recuperados
• 1.031.390 – em acompanhamento
• 6.910 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas
• 398.185 – óbitos acumulados
• 3.163 – novas vítimas fatais
• 2,7% – letalidade
• 189 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 28/04/21 – 18h30

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.