PATROCINADORES

Nº 124: primeira cidade imunizada; milhões de testes sem uso; mapa global

Serrana há duas semanas sem intubações

A cidade de Serrana, no interior paulista, concluiu a vacinação em massa de sua população adulta (27,1mil pessoas) com as duas doses do CoronaVac, o imunizante produzido pelo Instituto Butantan. É o primeiro município a concluir a campanha no país, com 97,9% do público-alvo atingido. Os resultados deverão ser sentidos em maio. Há a possibilidade que as inoculações apenas evitem os casos mais graves e o vírus continue circulando com efeitos atenuados. Uma reportagem do jornal O Estado de S.Paulo mostrou, nesta segunda-feira (12), que a cidade está há 13 dias sem nenhum novo caso de paciente intubado. O último procedimento ocorreu em 29 de março.

Sem distanciamento nada adiantará

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou que “a pandemia está longe de acabar” e que os governos e populações não podem apostar apenas nas vacinas. É preciso adotar distanciamento social e isolamento. Só assim seria possível controlar a doença em “questão de meses”. A OMS também anunciou um plano para aumentar a produção de vacinas, algo cujo impacto se daria a partir do final de 2021.

Índia ultrapassa o Brasil em casos

Indianos no transporte público, em Nova Délhi, mas poderia ser o Brasil

A Índia superou o Brasil e se tornou o segundo país com mais casos de covid-19. O anúncio era esperado e foi feito nesta segunda-feira (12). Sofrendo com uma segunda onda, os registros somam 13,52 milhões, só superados pelos 31,2 milhões dos Estados Unidos, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

TCU quer população testada

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Benjamin Zymler, determinou na sexta-feira (9) que o Ministério da Saúde “dê imediata destinação” aos testes RT-PCR que estão estocados e pegando poeira. Como mostrou o site Metrópoles em 4 abril, 2,8 milhões de conjuntos de testes estão parados no Ministério da Saúde, mesmo após a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) “estender” na canetada os prazos de validade para maio e junho.

Desconfiança com a alternativa russa

Descartados como fornecedores confiáveis de vacinas, os russos passaram a ser vistos como uma alternativa para os países da União Europeia, que enfrentam atrasos em sua campanha conjunta de imunização. Especialistas da agência de saúde do bloco (EMA, em inglês) devem avaliar a Sputnik V, assim como as fábricas e os locais de vacinação, enquanto os dados necessários para a autorização de uso comercial estão em detalhada averiguação. A desconfiança com a Rússia é grande na UE por causa dos casos de doping de atletas e de envenenamentos de dissidentes políticos.

Acompanhe o esforço global de vacinação por aqui

A agência de notícia Reuters elaborou um mapa digital animado para mostrar como anda a vacinação em diferentes países.

O que mais MONEY REPORT publicou

Painel Coronavírus

Vacinados
• 788,19 milhões no mundo (10,7% da população)
• 26,74 milhões no Brasil (12,6% da população)

Segunda dose
• 172.417 milhões no mundo (2,29% da população)*
• 6,08 milhões de brasileiros (2,9% da população)
*dados arredondados*

Leitos de UTI
• 85% * de ocupação total em 26 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados
• 13.517.808 – acumulado
• 35.785 – novos infectados
• 11.957.068 – recuperados
• 1.206.123 – em acompanhamento
• 6.432,5 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas
• 354.617 – óbitos acumulados
• 1.480 – novas vítimas fatais
• 2,6% – letalidade
• 168,7 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 12/04/21 – 21h10

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =

Pergunte para a

Mônica.