Document
PATROCINADORES

Nº 121: pós-covid; Saúde sem transparência; cepa amazonense nos EUA

Problemas graves pós-covid

Uma pesquisa observacional usou registros eletrônicos de saúde de 236.379 pacientes acometidos por covid-19 na forma grave, a maioria nos Estados Unidos, e descobriu que 34% tiveram problemas neurológicos e/ou de saúde mental seis meses após – sendo ansiedade mais comum em 17%. Dos internados em terapia intensiva, 7% tiveram um acidente vascular cerebral e quase 2% foram diagnosticados com demência. O estudo foi publicado na Lancet Psychiatry.

Não há vacinas para todos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) explicou que não há vacinas suficientes no mercado global e que países, entre eles o Brasil, terão que recorrer a medidas sociais para reduzir mortes e contaminações. A agência voltou a alertar sobre a crise sanitária brasileira e deixou claro que, no curto e médio prazo, depender apenas de vacinas para reduzir o número de mortes é inviável. A afirmação ocorreu durante uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (9).

Sem previsão e transparência

Depois de alterar ao menos cinco vezes o cronograma de entrega de vacinas para covid-19, o Ministério da Saúde decidiu que não divulgará mais a previsão doses que espera receber mensalmente. A mudança foi confirmada ao jornal O Estado de S.Paulo nesta sexta-feira (9) pela pasta. O ministério argumenta que esses dados devem ser coletados diretamente com os fabricantes. A decisão é uma resposta à pressão que o Ministério sofre para ampliar o ritmo da campanha, mas desrespeita a política e ética de transparência do país.

Cepa viajante: Manaus-EUA

O maior número de casos confirmados com a variante brasileira foram encontrados nos estados de Massachusetts, Illinois e Flórida

A variante brasileira do novo coronavírus detectada em Manaus é a segunda cepa mais detectada nos Estados Unidos, aponta o Centros de Controle e Prevenção de Doenças do país (CDC, na sigla). Os EUA passam por novas contaminações, quase 80 mil infectados na quinta-feira (8). Autoridades de saúde alertaram sobre a disseminação de variantes mais transmissíveis responsáveis por surtos. Segundo os dados dos CDCs, a variante britânica é responsável por quase 20 mil casos em todos os 50 estados dos EUA e se tornou a cepa dominante.

O que mais MONEY REPORT publicou

Painel Coronavírus

Vacinados
• 733,60 milhões no mundo (10% da população)
• 24,9 milhões no Brasil (11,8% da população)

Segunda dose
• 158,6 milhões no mundo (2,11% da população)*
• 5,59 milhões de brasileiros (2,6% da população)
*dados arredondados*

Leitos de UTI
• 80% * de ocupação total em 20 estados brasileiros e o DF
* Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados
• 13.373.174 – acumulado
• 93.317 – novos infectados
• 11.791.885 – recuperados
• 1.232.571 – em acompanhamento
• 6.363,7 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas
• 348.718 – óbitos acumulados
• 3.693 – novas vítimas fatais
• 2,6% – letalidade
• 165,9 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 09/04/21 – 20h30

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.