PATROCINADORES

Nº 107: ButanVac; Araraquara sem mortes; Brasil mascarado

Mais recordes

Nesta sexta-feira (26), o Brasil registrou mais um recorde: 3.650 mortes em 24 horas. Nesta semana foram perdidas 13.070 vidas à covid-19.

Óbitos da semana

  • 22/03 – 1.383
  • 23/03 – 3.251
  • 24/03 – 2.009
  • 25/03 – 2.777
  • 26/03 – 3.650

Entenda a ButanVac

Inimigo recorrente
É necessário pensar no longo prazo, explicou a pesquisadora Ester Sabino, da Universidade de São Paulo (USP). “Nos últimos 20 anos, este é o terceiro coronavírus que entra na espécie humana”, destacou.

Início dos testes e quem poderá se vacinar
O diretor do Instituto Butantan afirmou na noite desta sexta-feira (26) que os dados para a avaliação da vacina ButanVac estão com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Se autorizados, os testes poderão começar em abril.

Tecnologia da vacina
A ButanVac será elaborada com vírus inativado e vetor viral. O modo de produção é semelhante ao da vacina da gripe produzida pelo Butantan. O vírus da Doença de Newcastle, da mesma família do sarampo, servirá de vetor, ganhando um pedaço do coronavírus.

Dosagem
Ainda é cedo para saber.

Segurança
O diretor do Butantan, Dimas Covas, explicou que o perfil de segurança da vacina é excelente: “É uma tecnologia tradicional”.

Contra as variantes
O imunizante foi desenvolvido levando em consideração as cepas identificadas – incluindo a P.1, detectada em Manaus. Há como adaptar a vacina contra variantes que surgirem.

Próxima geração
Com a imunização de idosos e prioritários em andamento, as próximas vacinas, de segunda ou terceira geração, deverão ser desenvolvidas para oferecer um tempo de proteção maior.

Araraquara sem mortos

Araraquara, no interior de São Paulo, não registrou mortes por covid-19 nas últimas 24 horas. Foi a primeira vez em 44 dias. A cidade está com o comércio e atividades não essenciais fechadas desde 21 de fevereiro. Mesmo assim, a ocupação de leitos de UTI é de 91% (só 1 ponto percentual a menos que na quinta-feira, 25).

Pedido de adiantamento à OMS

Senadora Kátia Abreu (PP-TO)

A presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE), senadora Kátia Abreu (PP-TO), enviou um pedido à Organização Mundial da Saúde (OMS) solicitando mais vacinas ao Brasil. A carta foi assinada com o presidente da CRE da Câmara dos Deputados, Aécio Neves (PSDB-MG). Ambos pedem que o cronograma de entrega do Consórcio Covax seja adiantado para o Brasil por causa da onda de contaminações. No texto, eles afirmam que os imunizantes serão devolvidos quando a produção em larga escala no Brasil estiver em andamento.

Pátria mascarada, Brasil

O ministro Marcelo Queiroga e o personagem Zé Gotinha

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, defendeu nesta sexta-feira (26) que o Brasil vire uma “pátria de máscaras” para conter o avanço da covid-19. Queiroga afirmou que prevê vacinar 1 milhão de pessoas por dia ainda no início de abril, porém não explicou quais serão as estratégias adotadas pela pasta para aumentar o ritmo da vacinação.

O que mais MONEY REPORT publicou


Painel Coronavírus

Vacinados

  • 508,1 milhões no mundo * (6,77% da população)
  • 16,5 milhões no Brasil * (7,84% da população)
    * Considerando as duas doses
    Dados atualizados em 26/03/21 – 21h

Leitos de UTI

  • 90% de ocupação total em 14 estados brasileiros*
    * Não há uma contagem sistemática e centralizada dos leitos de UTI disponíveis nas redes pública e privada do país. O levantamento de MR é baseado nas informações veiculadas na imprensa

Casos confirmados
• 12.404.414 – acumulado
• 84.245 – novos infectados
• 10.842.095 – recuperados
• 1.273.207 – em acompanhamento
• 5.902,7 – incidência por grupo de 100 mil habitantes

Mortes confirmadas
• 307.112 – óbitos acumulados
• 3.650 – novas vítimas fatais
• 2,5% – letalidade
• 146,1 – mortalidade por grupo de 100 mil habitantes

Dados atualizados em 26/03/21 – 21h30

Fontes: Ministério da Saúde, consórcio de veículos de imprensa, Universidade Johns Hopkins (EUA) e Fiocruz

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =

Pergunte para a

Mônica.