Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Lewandowski quer explicações; sem viagem natalina; recrudescimento francês

Supremo dá cinco dias para esclarecimento sobre prescrição médica

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, determinou o prazo de cinco dias para que o governo federal explique a prescrição médica para que crianças (cinco a 11 anos) sejam vacinadas contra a covid-19. O despacho tem origem em uma ação movida pela Rede Sustentabilidade ainda nesta sexta-feira (24). A informação é da CNN Brasil. A necessidade de prescrição médica foi feita pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na quinta-feira (23) na esteira da autorização feita pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso do imunizante da Pfizer em crianças da faixa etária no Brasil em 16 de dezembro.

Site para a consulta pública sobre a vacinação infantil apresentou instabilidade nesta sexta-feira (24).

EUA lidera número de voos cancelados no Natal

Devido ao aumento de infecções causado pela variante ômicron, mais de 2 mil voos foram cancelados ao redor do mundo nesta sexta-feira (24), véspera de Natal, apontou o site de monitoramento de voos Flight Aware. Segundo os dados, a maioria dos cancelamentos são provenientes dos Estados Unidos, 22% (460), incluindo viagens internas. Os novos casos aumentaram no EUA nos últimos dias sete devido à variante, que foi detectada em novembro, agora responsável por quase três quartos dos casos nos EUA e até 90% em algumas áreas, como na costa leste, destacou a Reuters. Austrália e Europa também tiveram voos cancelados.

Média móvel a cada 7 dias de infecções e óbitos

  • Infecções: em 17 de dezembro os EUA registraram 124.195 novos casos, já em 23 de dezembro, o saltou para 188.146 ou 54,1%;
  • Óbitos: em 17 de dezembro os EUA registraram 1.279 novas mortes, já em 23 de dezembro, foi para 1.656 ou 29,4%;
  • Vacinação: com a primeira dose (73,3%). Com a segunda (61,3%). Já com o reforço, foram imunizados 19,5% dos americanos.

Uma nova explosão na França

A França exigirá que os passageiros apresentem testes covid negativos para viajar em seus territórios vindos do exterior. A nova medida entrando em vigor em 28 de dezembro. Além disso, o país autorizou nesta sexta-feira (24) o reforço para adolescentes (12 a 17 anos). Ambas as medidas são uma reposta do governo a uma nova explosão de infecções no país causado pela ômicron, 91.608 novos casos da doença nas últimas 24 horas.

Média móvel a cada 7 dias de infecções e óbitos

  • Infecções: em 2 de novembro a França registrou 5.288 novos casos, já em 20 de dezembro, o saltou para 52.885;
  • Óbitos: em 2 de novembro a França registrou 30 novas mortes, já em 20 de dezembro, o saltou para 149;
  • Vacinação: com a primeira dose (78,1%). Com a segunda (72,8%). Já com o reforço, foram imunizados 29,2% dos franceses.

Teste PCR para variantes

A Coreia do Sul anunciou o desenvolvimento de um teste PCR capaz de detectar a presença do coronavírus suas principais variantes: alfa, beta, gamma, delta e ômicron. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (24). Segundo a Agência para o Controle e a Prevenção de Enfermidades Infecciosas da Coreia (KDCA, na sigla em inglês), o desenvolvimento do teste converte o país no primeiro do mundo capaz de detectar num só teste as cepas mais comuns. O kit, que teve desenvolvimento público-privado, começará a ser usado na Coreia do Sul a partir de 30 de dezembro.

O que mais MONEY REPORT publicou sobre a pandemia nos últimos 7 dias

Seu Dimas explica

Painel Coronavírus

Vacinados*
• 8,90 bilhões de doses distribuídas (113,02% da população global — cumulativo, incluindo doses de reforço e estoques)
• 4,52 bilhões de pessoas atendidas (57,3% da população mundial)
• 50,57 milhões de pessoas nos países de baixa renda (7,6% entre os mais pobres)
* Dados globais aproximados

Primeira dose*
• 785,71 milhões no mundo (9,98% da população com a primeira dose)
• 26,22 milhões nos países de baixa renda (3,94% entre os mais pobres)
• 19,11 milhões no Brasil (8,95% da população)
* Dados globais aproximados

Segunda dose *
• 3,79 bilhões no mundo (48,1% da população)
• 24,33 milhões nos países de baixa renda (3,66% entre os mais pobres)
• 141,36 milhões de brasileiros (66,27% da população)
* Dado global aproximado

Doses de reforço *
• 472,30 milhões no mundo (6% da população)
• 22,63 milhões no Brasil (10,61% da população)
* Dado global aproximado

Casos no Brasil
• 22.230.737 – acumulado
• 4.164 – novos casos
21.470.339 – recuperados
 121.080 – em acompanhamento
 10.578,7 – casos acumulados por grupos de 100 mil

Mortes no Brasil
 618.392 – óbitos confirmados (acumulado)
• 164 – novos óbitos
• 2,8% – taxa de letalidade
• 294,3 – óbitos por grupos de 100 mil


Dados nacionais atualizados em 24/12/2021, às 19h30

Informações sobre Casos e Óbitos retiradas do painel do Conass. A plataforma do Ministério da Saúde está fora do ar. (Os itens riscados são as informações que o Conass não fornece).

Dados de vacinação do Brasil desatualizado por falta informação do Ministério da Saúde.

Fontes: Ministério da Saúde, secretaria estaduais e municipais de saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), consórcio de veículos de imprensa, Organização Mundial de Saúde (OMS) e Universidade Johns Hopkins

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.